Logo UniCEUB Centro Universitário de Brasília

Repositório Institucional

voltar ao site

Centro Universitário de Brasília - UniCEUB >
ENF - Enfermagem >
ENF - Monografias >
ENF - Graduação >

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/235/4621

Título: Ações do enfermeiro nos programas de controle e eliminação da hanseníase
Autor(es): Richter, Lígia
Silva, Maria Dinair Tavares R. da
Palavras-chave: Enfermagem
Hanseníase
Sistematização da assistência de enfermagem
Data do documento: 28-Mar-2014
Resumo: A hanseníase é uma doença milenar, cujas narrativas citadas na Bíblia, no livro de Levítico, falam sobre as leis acerca da praga da lepra. No Brasil, os primeiros documentos que atestam a existência da hanseníase datam do fim do século XVIII. Em 1975 o vocábulo "lepra" foi abolido dos textos oficiais por uma lei federal. A hanseníase é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium leprae, com processo evolutivo lento e que se manifesta através de sinais e sintomas dermatoneurológicos, como as lesões de pele e de nervos periféricos, acometendo principalmente olhos, mãos e pés. Em vista disso a assistência de enfermagem é muito importante e está particularmente associada à prevenção das incapacidades e educação em saúde no sentido de obter uma participação consciente e constante do paciente nos programas de Eliminação da Hanseníase. A Sistematização de Assistência de Enfermagem (SAE) é uma atividade privativa do enfermeiro, regulamentada por lei, que visa assistir ao ser humano na sua totalidade, por meio de ações específicas para promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde do indivíduo, família e comunidade.
URI: http://hdl.handle.net/235/4621
Aparece nas coleções:ENF - Graduação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Dinair Tavares R. da Silva.pdf163.71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia

Visualizar estatísticas

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.