Logo UniCEUB Centro Universitário de Brasília

Repositório Institucional

voltar ao site

Centro Universitário de Brasília - UniCEUB >
HIS - História >
HIS - Cadernos de História >

v. 3, n. 1, 1º sem. 2015

Página principal da coleção

Assinar esta coleção para receber notificações por e-mail de cada item inserido
Visualizar estatísticas

APRESENTAÇÃO



A Doutrina Monroe e suas influências: impactos nas Américas

Autores: Byron Kuhn e Raquel Arévalo

Resumo:

Este artigo pretende analisar as diferentes fases da presença imperial dos Estados Unidos na América Latina. Ao analisar as diversas estruturas ideológicas envolvidas durante o processo da implementação da Doutrina Monroe e suas mutações de acordo com o contexto histórico, observamos as atuações e consequências destas nos países latino-americanos desde suas formações. Levanta-se a ideia de que os Estados Unidos nunca detinham uma política definida para a América Latina, apenas ideias convenientes para os interesses estadunidenses e mutáveis de acordo com a agenda política do momento.



Aspectos e influências do neoliberalismo e da globalização no Brasil: seletividade de classes

Autores: Allan Marinho, Ronice Castro e Walquiria Pereira Aires

Resumo:

A política neoliberal e a globalização implantada no Brasil nos anos 1990 geraram diversos fenômenos sociais, econômicos, históricos e políticos no cenário mundial. No cenário brasileiro, proporcionou a integração dos mercados financeiros, formação de blocos econômicos, acúmulo de riquezas por parte de uma parte privilegiada da sociedade. Em contrapartida gerou distorções socioeconômicas muito graves como o aumento da desigualdade social. Neoliberalismo e a globalização estão ligados, uma vez que o consumismo determina que se procurem novos mercados.



Tempo é dinheiro, o resto é silencio

Autor: Pedro Lusz

Resumo:

Apontamos o facho de luz de nossa leitura para a segunda metade do século XVIII, como ponto motor de transformação das práticas sociais na lida com a natureza e com as atividades de produção, quando o sistema capitalista em crescimento apropriou-se do tempo e o transformou em mercadoria e lucro. Seguiremos alguns eventos que impulsionaram nossa relação com o trabalho e com o lazer, perpassando as transformações advindas da aceleração e posterior digitalização do tempo, submetendo-nos a uma silenciosa servidão contemporânea.



As questões étnicas nos Balcãs do pré-Primeira Guerra

Autor: Luís Alves Tsolakis

Resumo:

Pretende-se tratar neste artigo o tema da crise dos Bálcãs no pré-Primeira Grande Guerra, em especifico aqueles decorrentes das questões étnicas e motivadas pelos nacionalismos. Crises estas que, começaram a ocorrer na segunda metade do século XIX, mas cujas raízes remontam ao afloramento das experiências nacionais. Também serão relatados eventos envolvendo a região e que exerceram alguma forma de impacto nesta, mas que não necessariamente ocorreram nos Bálcãs. Este artigo será grandemente pautado em discussões teóricas sobre temas como etnia, nacionalismo e formação dos Estados Nacionais modernos. Tal artigo tem como pretensão elucidar as participações dos povos balcânicos nos eventos que culminaram na Primeira Guerra Mundial, bem como tentar entender os conflitos étnicos desta região em um processo de longa duração.