Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3419
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAmorim, Luiza Dickieen_US
dc.date.accessioned2011-08-24T19:26:54Zen_US
dc.date.accessioned2013-05-09T21:16:16Z-
dc.date.available2011-08-24T19:26:54Zen_US
dc.date.available2013-05-09T21:16:16Z-
dc.date.issued2011-08-24en_US
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3419-
dc.description.abstractAnálise da política externa brasileira durante a Guerra das Malvinas. Este trabalho tem como objeto de pesquisa a formulação da política externa brasileira no conflito da Guerra das Malvinas de 1982, a partir da existência de uma possível fragmentação do Estado no que concerne ao processo de formulação da política externa e sua consequente capacidade de sofrer influências de variados atores nesse processo de formulação política. Este trabalho tem como foco analisar em que medida a política externa é passível de sofrer influências de outras burocracias dentro do Estado e de elites e grupos de interesses externos ao Estado. O caso analisado será o da Guerra das Malvinas, no qual a política externa brasileira será analisada sob três visões diferentes: uma realista, uma baseada em conceitos brasileiros oriundos da experiência de inserção internacional desse país, e uma análise da política burocrática no Estado brasileiro, considerando suas burocracias. O objetivo deste trabalho é averiguar se, apesar de se tratar de um Estado Burocrático-Autoritário, marcado pela centralização do poder decisório, o processo de formulação da política externa para a Guerra das Malvinas foi, de fato, centralizado no Itamaraty e na Presidência da República, ou foi influenciada por outros atores, que não o das burocracias geralmente pertinentes.-
dc.description.provenanceSubmitted by Biblioteca Reitor João Herculino (biblioteca@uniceub.br) on 2011-08-24T19:26:54Z No. of bitstreams: 1 20704890.pdf: 246631 bytes, checksum: cb88fe5e3eecb77abb70157757fc542a (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2011-08-24T19:26:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 20704890.pdf: 246631 bytes, checksum: cb88fe5e3eecb77abb70157757fc542a (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2013-05-09T21:16:16Z (GMT). No. of bitstreams: 3 20704890.pdf.txt: 149461 bytes, checksum: ebc863ba37a6d8bc6d340abd10011944 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 20704890.pdf: 246631 bytes, checksum: cb88fe5e3eecb77abb70157757fc542a (MD5) Previous issue date: 2011-08-24en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectPolítica externa brasileirapt_BR
dc.subjectBrasil-Argentinapt_BR
dc.subjectGuerra das Malvinaspt_BR
dc.subjectRegime militar brasileiropt_BR
dc.subjectEstado burocrático-autoritáriopt_BR
dc.subjectPorosidadept_BR
dc.subjectFragmentaçãopt_BR
dc.titleFragmentação e porosidade em regimes burocráticoautoritários: uma análise da política exterior do Brasil na Guerra das Malvinas e sua neutralidade não equidistantept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao12-06-2010en_US
dc.identifier.orientadorDias, Fredericopt_BR
Appears in Collections:REL - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20704890.pdf240.85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.