Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7408
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCastilho, Monyke Silva-
dc.date.accessioned2015-10-08T01:31:57Z-
dc.date.available2015-10-08T01:31:57Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7408-
dc.description.abstractA ascensão capitalista, expressa pelas revoluções do século XVIII, resultou em fortes mudanças socioeconômicas na estrutura vigente. O modo de produção que explana o uso da padronização, homogeneização, divisão do trabalho, manuais e técnicas de supressão a desperdícios; extravasaram o campo da indústria para atingir a atmosfera intelectual. Ao adotar tais preceitos de dinamização da produção, o jornalismo colocou em questão a função social que possui, uma vez que ao privilegiar o lucro em detrimento da notícia, ele põe de lado sua função primordial: a informação. Se antes a imprensa era tida como campo para a reflexão social, no qual os jornalistas imprimiam sua assinatura por meio das características textuais, atualmente, devido a padronização e mecanização do trabalho, estes são identificados apenas pela assinatura no alto da matéria, uma vez que o corpo do texto assemelha-se ao dos demais colegas de redação. A homogeneização do conteúdo entre as diversas mídias é fruto de um medo competitivo, no qual, a busca pelo investimento publicitário, impede a grande imprensa de ousar mudanças significativas. A partir do exposto é válido afirmar que a notícia é, em primeira instância, uma mercadoria vendável. Assim, o processo de produção da notícia dentro de um grande jornal em nada se difere de uma empresa de fast food, por exemplo, a qual se utiliza das mesmas técnicas tayloristas e fordistas de produção. O objetivo de evitar a diferenciação entre os produtos finais, por meio da utilização de mecanismos pré- estabelecidos, revela mais semelhanças do que diferenças entre os dois processos de produção, e são estes aspectos que este trabalho visa abordar.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Evania Silva (evania.silva@uniceub.br) on 2015-10-08T01:31:57Z No. of bitstreams: 1 Monyke Silva Castilho.pdf: 270130 bytes, checksum: 97c27e4e2656262969d7cb034a3be1b8 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-10-08T01:31:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Monyke Silva Castilho.pdf: 270130 bytes, checksum: 97c27e4e2656262969d7cb034a3be1b8 (MD5) Previous issue date: 2006en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectPadronização da produçãopt_BR
dc.subjectHomogeneização de conteúdopt_BR
dc.subjectDivisão do trabalho na redaçãopt_BR
dc.subjectInformação como mercadoriapt_BR
dc.titleO jornalismo e as lanchonetes de fast food: uma análise crítica do processo de produção industrial da notíciapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2006-
dc.identifier.orientadorAmorim, Larapt_BR
Appears in Collections:JOR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monyke Silva Castilho.pdf263.8 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.