Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8219
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAcosta, María Del Pilar Tobar-
dc.contributor.authorFreires, Cláudia de Sousa-
dc.date.accessioned2016-02-29T11:49:36Z-
dc.date.available2016-02-29T11:49:36Z-
dc.date.issued2015-05-12-
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8219-
dc.description.abstractO presente trabalho teve como objetivo refletir acerca do processo de correção da produção textual do Enem de 2013, partindo do objetivo central do programa: a inclusão social. Os elementos norteadores foram as competências e habilidades estabelecidas para correção conforme a proposta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O propósito é contribuir com os estudos acadêmicos tanto para profissionais da educação quanto para os de revisão de textos sobre os critérios e parâmetros envolvidos no referido processo da inclusão que é prospectar não a seleção dos participantes, mas sim subsidiar a busca de meios pelos quais todos possam adquirir conhecimento necessário para seu próprio desenvolvimento intelectual; Para tanto, realizamos uma pesquisa qualitativa e documental dividida em dois momentos: (i) revisão bibliográfica concernente o tema; e (ii) coleta e análise de documentos relacionados à prova de redação do ENEM, bem como de redações efetivamente produzidas por participantes do processo. Objetivou-se, assim, compreender como a revisão de texto ocupa lugar de destaque na esfera do Exame, uma vez que por existir um desconhecimento acerca do emprego de um revisor/a/corretor/a que exerce suas funções ao corrigir as redações dos participantes. Além disso, será visto a textualidade e da intertextualidade presente em cada uma delas. Será realizada uma breve análise, a partir das teorias da Análise de Discurso Crítica (FAIRRCLOUGH, 2001), sobre a transdisciplinariedade que acontece na produção textual. O ensino da Língua Portuguesa deveria ser a disciplina com maior desenvoltura e interesse entre os estudantes, uma vez que é a principal disciplina abordada dentro da sala de aula, bem como as produções textuais, mas não é o que acontece, tanto que foram apresentadas neste trabalho exemplos de redações corrigidas pelos corretores do Enem que se desviaram do pretendido pelos Parâmetros Curriculares Nacionais.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2016-02-29T11:49:36Z No. of bitstreams: 1 51201586.pdf: 1219100 bytes, checksum: d9c74f39c7ff43bd00341905dd542f9c (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-02-29T11:49:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 51201586.pdf: 1219100 bytes, checksum: d9c74f39c7ff43bd00341905dd542f9c (MD5)en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEnempt_BR
dc.subjectCompreensão textualpt_BR
dc.subjectRedaçãopt_BR
dc.subjectRevisor/corretorpt_BR
dc.titleParadigmas da língua formal: uma análise da textualidade e da intertextualidade nas redações do ENEMpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2015-05-12-
Appears in Collections:LET - Pós-graduação em Revisão de textos: gramática, linguagem e construção do significado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
51201586.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.