Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9725
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAmaral, Daniela Matos e Campos do-
dc.date.accessioned2016-12-02T17:46:31Z-
dc.date.available2016-12-02T17:46:31Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationAMARAL, Daniela Matos e Campos do. Chile e Bolívia: uma abordagem das teorias de relações internacionais sobre a busca pelo mar e a realização da pesquisa científica marinha. 66 f. 2009. Monografia (Graduação) – Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2009.pt_BR
dc.identifier.uri https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9725-
dc.description.abstractO presente trabalho objetivou verificar e efetividade da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar de 1982 quanto às relações Chile-Bolívia, no que se refere à realização de pesquisa científica marinha no Mar Territorial, bem como na Zona Econômica Exclusiva da costa chilena, por parte da população boliviana. Verificar o contexto histórico e as consequências da Guerra do Pacífico sobre aquelas nações, principalmente para o Estado boliviano que, ao se tornar mediterrâneo, viu prejudicadas grandes possibilidades de desenvolvimento. Fazer uma análise da regulamentação suprema vigente quanto ás questões dos oceanos e de como a Convenção mencionada trata da realização de pesquisa científica marinha, além da abordagem sobre o acesso dos Estados não-costeiros ao mar. Foi dada ênfase ao problema dos bolivianos que mantêm, ainda hoje, sua demanda pelo acesso ao oceano Pacífico, sem nenhum acordo efetivo com os chilenos, estes que tomaram o Deserto do Atacama e concretizaram a mediterraneidade da Bolívia. Foi observado que as tentativas de acordo entre os dois Estados fracassaram e, atualmente, mais de um século após a guerra, os governos bolivianos e chilenos, que não mantiveram relações diplomáticas desde a década de 1980, se mostram dispostos a um consenso. Há necessidade de repensar as relações bilaterais Chile- Bolívia e, a partir dos pressupostos liberais e de uma nova concepção de mundo que possibilite novas prioridades na agenda internacional, de realizar um acordo entre esses países, que considere, de fato, suas necessidades e as capacidades de cada um, favorecendo o desenvolvimento nacional, bem como o desenvolvimento de toda a região sul americana.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Camila Loscha (camila.loscha@uniceub.br) on 2016-11-29T19:28:49Z No. of bitstreams: 1 20565409.pdf: 477895 bytes, checksum: 1ba7c54bd738ac203b00b64d26dccddb (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Fernanda Weschenfelder (fernanda.weschenfelder@uniceub.br) on 2016-12-02T17:46:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 20565409.pdf: 477895 bytes, checksum: 1ba7c54bd738ac203b00b64d26dccddb (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-12-02T17:46:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 20565409.pdf: 477895 bytes, checksum: 1ba7c54bd738ac203b00b64d26dccddb (MD5) Previous issue date: 2016-11en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.titleChile e Bolívia: uma abordagem das teorias de relações internacionais sobre a busca pelo mar e a realização da pesquisa científica marinhapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2009-
dc.identifier.orientadorBouissou, Francisco Victorpt_BR
Appears in Collections:REL - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20565409.pdf466.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.