Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/1971
metadata.dc.type: Monografia
Title: Como a música no cinema pode influenciar na recepção da mensagem
Authors: Santos, Stenio Edivaldo Rodrigues da Silva
Abstract: Vários filmes podem falar de amor, no entanto eles se diferenciam entre si devido a algumas características próprias de cada um. Uma dessas características é a trilha sonora. A melodia que é escutada na cena de um filme pode influenciar o comportamento de cada espectador. Esteja ele sentando diante da tela do cinema, ou do televisor de casa, está sendo bombardeado por uma quantidade enorme de estímulos sonoros e visuais. A quantidade de estímulos sonoros possíveis em uma única cena de uma obra cinematográfica é enorme. Podem ir desde o cantar de um pássaro distante, até o cair de uma moeda do bolso de um personagem que canta enquanto caminha no barulhento centro de uma grande cidade. No entanto, esse estudo se limita a fazer uma análise de como se dão os processos pelos quais os indivíduos percebem e interpretam os estímulos gerados pelas trilhas originais dos filmes. O intuito dessa pesquisa é analisar a construção de cenas sobre a ótica da psicologia cognitiva, e assim, saber como o uso de determinados tipos de exposições musicais podem causar determinados comportamentos em quem assiste aos filmes. Foi utilizado como meio de coleta de dados três entrevistas de grupo, totalizando treze pessoas entrevistadas. Todas elas feitas após a exibição de algumas cenas de filmes. Sentimentos antagônicos como alegria e angústia em relação à mesma cena foram alguns dos resultados obtidos que vieram a comprovar a importância de uma ferramenta que ainda não é amplamente estudada: a música composta para os filmes.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/1971
Issue Date: Jan-2008
Appears in Collections:JOR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20462530.pdf394.68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.