Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2460
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBizerril, Marcelo Ximenes. A.pt_BR
dc.contributor.authorAmaral, Andrielle Câmarapt_BR
dc.date.accessioned2012-10-23pt_BR
dc.date.accessioned2012-10-30T14:27:40Zen_US
dc.date.accessioned2013-05-09T20:41:25Z-
dc.date.available2012-10-23pt_BR
dc.date.available2012-10-30T14:27:40Zen_US
dc.date.available2013-05-09T20:41:25Z-
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2460-
dc.description.abstractBioma é uma subdivisão biológica da superfície terrestre que reflete o caráter ecológico e fisionômico da vegetação e que corresponde aproximadamente com as regiões climáticas, embora outros fatores ambientais possam ser importantes. No Brasil os biomas mais importantes são: os Campos, o Pantanal, a Mata Atlântica, a Floresta Amazônica, a Caatinga e o Cerrado. O Cerrado é considerado o segundo maior bioma do país sendo responsável por um terço da biodiversidade brasileira. Engloba 11 tipos de fitofisionomias enquadrados em formações florestais, savânicas e campestres. Devido a sua ampla distribuição, o Cerrado apresenta variações consideráveis de clima, altitude e tipos de solo, o que implica grande variações nos padrões de distribuição de espécies. A fitossociologia tem sido um recurso de grande valia para destacar diferenças entre as fitofisionomias do bioma. Estudos fitossociológicos em Cerrado stricto sensu tem mostrado o quanto a fitofisionomia é rica, diversa e semelhante a áreas de Cerrado distribuídas pelo país. Daí a necessidade do conhecimento florístico e da fitossociologia. Estes estudos também são de fundamental importância para a definição de ações futuras de manejo, a fim de minimizar ações antrópicas que afetem a integridade do bioma. Para isso, se faz necessária à interação entre a comunidade e unidades de conservação visando o desenvolvimento sustentável do bioma de forma que esta possa ser explorada e utilizada de forma consciente.-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2013-05-09T20:41:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 9861300.pdf.txt: 37131 bytes, checksum: 36ce61d93fdad235b50b83fd04ebc014 (MD5) 9861300.pdf: 355753 bytes, checksum: 8b7d00ba2768b50c461f086d1807649f (MD5) Previous issue date: 2002-07en
dc.language.isoporpt_BR
dc.subjectBioma-
dc.subjectCerrado-
dc.subjectFitofisionomia-
dc.subjectFitossociologia-
dc.subjectDiversidade-
dc.titlePadrões de diversidade vegetal no cerradopt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2002pt_BR
Appears in Collections:BIO - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
9861300.pdf347.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.