Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2625
metadata.dc.type: Monografia
Title: O vínculo mãe-bebê e o desenvolvimento do distúrbio alimentar anorexia nervosa
Authors: Gomes, Lilze Franklin Ferreira
Abstract: O presente trabalho dedica-se a refletir sobre a relação existente entre o vínculo mãe-bebê e o desenvolvimento do transtorno alimentar anorexia nervosa sob a perspectiva da Psicanálise. Objetiva-se com este trabalho, compreender o impacto que este vínculo possui sobre o aparecimento e desenvolvimento de tal distúrbio alimentar. É com este intuito que se apresenta uma revisão teórica sobre a temática, a qual se inicia pela conceituação do vínculo mãe-bebê e posterior explicação sobre a sua formação; passa-se então a descrever a síndrome alimentar em questão e seus aspectos psicológicos e fisiológicos; a seguir explicita-se a relação existente entre o vínculo mãe-bebê e o desenvolvimento da anorexia nervosa; e, por fim, expõem-se os efeitos que o desenvolvimento deste distúrbio tem sobre as relações familiares. Por meio deste trabalho será possível observar a importância deste vínculo para todo o desenvolvimento futuro do bebê, o que pode influenciar desde a formação de sua personalidade até o aparecimento de um transtorno psiquiátrico. Clarificar-se-á a função da alimentação como necessidade fisiológica e momento de contato afetivo e vinculação com a mãe e com o mundo, sendo, portanto, o primeiro meio de comunicação e vinculação entre o par mãe-bebê. Conceituar-se-á a anorexia nervosa, expondo-se seus mecanismos de atuação e aspectos psicológicos e fisiológicos, observando a questão da recusa do alimento enquanto uma pseudo-separação, isto é, uma tentativa de se separar do Outro que sufoca. Conhecer-se-á sua dimensão psicológica e funcional, na medida em que serve a um propósito maior que o emagrecimento em si. Este pode ser a expressão de sentimentos escondidos, uma tentativa de separação ou ainda uma tentativa de assumir o controle da própria vida através da recusa do alimento. Por fim, compreender-se-á os aspectos familiares envolvidos neste distúrbio alimentar e seus efeitos sobre tais relações, verificando-se para tanto as estruturas familiares mais comumente envolvidas neste processo. Estas estruturas são, conforme será visto no decorrer deste trabalho, em geral compostas por pais superprotetores, ambiciosos e preocupados com êxito e aparências e onde a expressão dos sentimentos é limitada por regras implícitas ou explícitas. Outro ponto de vital importância que será abordado neste trabalho é a existência de uma relação fusionada entre a mãe e o sujeito anoréxico, que, se por um lado é sentido como algo impossível de se escapar, por outro é totalmente insuportável.
Keywords: Vínculo mãe-bebê
Anorexia
Psicanálise
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2625
Issue Date: Jul-2008
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20361710.pdf330,11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.