Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2627
metadata.dc.type: Monografia
Title: Atuação do psicólogo hospitalar com crianças portadoras de fibrose cística
Authors: Cidade, Maria de Lourdes Mendoza
Abstract: O presente trabalho propõe um estudo sobre o significado e a representação da fibrose cística na infância e os aspectos e as implicações que envolvem a complexidade desse contexto sob a visão psicológica dos efeitos relacionados à doença, tendo como objeto de estudo a prática proposta pela Psicologia Hospitalar e a atuação do psicólogo hospitalar no setor de Pediatria. Para esse propósito, optou-se pela revisão da literatura de autores que se dedicam ao assunto, detendo-se nas questões que envolvem a atuação do psicólogo na instituição hospitalar no que tange ao processo de adoecimento e suas implicações relacionadas à hospitalização e o tratamento na infância que afetam a saúde e o bem-estar da criança adoecida. No primeiro capítulo, desenvolvem-se os conceitos e orientações relevantes da fibrose cística, pertinentes ao diagnóstico, tratamento, profilaxia e prognóstico dessa patologia na infância. No segundo capítulo, privilegiam-se num primeiro momento, a hospitalização e suas implicações estendendo-se para o sentido e a representação da hospitalização na infância atribuída aos sentimentos e emoções envolvidos no processo de adoecimento. No terceiro capítulo, particularizam-se os aspectos referentes à Psicologia Hospitalar e suas especificidades de atuação, abrangendo a atuação do psicólogo hospitalar num contexto pediátrico, junto ao paciente e aos familiares, bem como, a atuação do psicólogo hospitalar com crianças portadoras de fibrose cística, perpassando por uma reflexão sobre uma experiência de estágio com crianças fibrocísticas. Conclui-se que, frente à complexidade desta doença instalada precocemente, desde os primórdios do seu desenvolvimento, é que se justificam as dificuldades encontradas na adesão dos pacientes e seus familiares às intervenções propostas pelo tratamento, razão pela qual, a intervenção da psicologia se faz necessária. Fortalecer os familiares e o paciente requer, não só investimento destes, na direção e transformação dessa realidade, mas também das equipes envolvidas para alcançar a efetividade e o sucesso no tratamento.
Keywords: Fibrose cística na infância
Hospitalização e implicações
Psicologia hospitalar
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2627
Issue Date: Jul-2009
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20361799.pdf335,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.