Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2795
metadata.dc.type: Monografia
Title: A relação mãe-e-filho e a influência no desenvolvimento da subjetividade individual: um estudo de caso
Authors: Castro, Fernanda
Abstract: As teorias psicológicas no paradigma pós-moderno revelam um novo pensar e uma nova forma de compreensão do ser humano, não se limitando a explicações mecanicistas, simplificadoras e universais, características que balizaram o paradigma cartesiano. E, desta forma, um enfoque que considere a subjetividade de ser individual e único, o qual propicia ao pesquisador questionar-se a respeito das dicotomias objetivo / subjetivo, consciente / inconsciente, ou nos princípios de linearidade, causa e efeito. Nessa perspectiva a presente pesquisa qualitativa tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica a respeito de teorias que analisem a relação mãe-e-filho, tais como: Winnicottiana, Narratividade, Subjetividade, Representações Sociais, e o Método Canguru alicerçado numa reflexão crítica e coerente. O estudo dos aspectos subjetivos presentes no desenvolvimento da relação entre mães e seus filhos configura-se, também, como ponto importante a ser estudado no curso da pesquisa. A relevância deste estudo reside no pressuposto de que o nascimento do filho é um momento importante no ciclo de vida da mulher e do homem, com grandes repercussões no meio familiar. E, assim, é preciso compreender a subjetividade que permeia esse processo pelo qual passa a mãe e o filho.
Keywords: Subjetividade
Pesquisa qualitativa
Relação mãe e filho
Subjetividade familiar
Teoria Winnicottiana
Método canguru
Representação social
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2795
Issue Date: Jun-2005
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
9520983.pdf822,7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.