Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2925
metadata.dc.type: TCC
Title: O papel da relação terapêutica para o sucesso da terapia
Authors: Lima, Eduardo Rodrigues
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo esclarecer a importância do papel da relação terapêutica na promoção da eficácia da terapia, com fins de estabelecer o seu sucesso. Apesar de ainda ser uma variável negligenciada, por alguns autores, no processo terapêutico da clínica comportamental, foi possível realizar uma pesquisa bibliográfica para elucidação e posterior definição do que, na verdade, pode-se caracterizar como relação terapeuta-cliente. O foco desta análise destacou a importância, o papel e a função da relação terapêutica no processo terapêutico da clínica comportamental. Enfatizar o papel e compreender as duas funções básicas da relação terapêutica, é uma justificativa mister para fundamentação da sua importância no processo de mudança na Terapia Analítico-Comportamental. Além de ser facilitadora de intervenções é vista também, como um instrumento terapêutico em si na clínica comportamental. Por outro lado, fatores tais como: a cordialidade, empatia, autenticidade, permissividade e aceitação incondicional são essenciais para a promoção do sucesso da inter-relação terapeuta-cliente, porém não suficientes, para a mudança de comportamento dentro do processo terapêutico. No entanto, para que a terapia venha a ter sucesso, sabe-se que é necessário muito mais do que a aplicação de teorias ou técnicas. É preciso que o terapeuta tenha habilidades para levar o cliente a participar do processo terapêutico como um todo. A Terapia Analítico-Comportamental tem como função primordial, a construção de uma situação na qual vise à redução dos efeitos gerados pela punição, entre os quais, presumivelmente, estão incluídas as reações emocionais de revolta, resistência, medo, ansiedade, raiva e depressão, vivenciadas no ambiente onde, o cliente, está inserido. Além disso, a terapia tem por finalidade, o alcance da promoção do autoconhecimento e da autonomia do cliente. Através do processo terapêutico, o terapeuta é responsável pela complexidade na escolha e na aplicação de técnicas comportamentais, que são elaboradas a partir da formulação do plano de intervenções no “setting terapêutico”. Sendo assim, construtos descritos como essenciais para o sucesso da terapia. Enfim, parece haver certo contra-senso na compreensão exata sobre as variáveis que interferem na promoção de mudanças no processo terapêutico. Todavia, é imprescindível a união do conhecimento técnico-científico aliado a uma prática interpessoal humanizada.
Keywords: Terapia analítico-comportamental
Processo terapêutico
Relação terapêutica
Citation: LIMA, Eduardo Rodrigues. O papel da relação terapêutica para o sucesso da terapia. 2007. 47 f. Monografia (Graduação em Psicologia) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2007.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2925
Issue Date: Jun-2007
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20211448.pdf126.03 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.