Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3003
metadata.dc.type: Monografia
Title: Experiência cinematográfica e subjetividade: um estudo histórico-cultural
Authors: Toledo, Davi Contente
Abstract: Nesta monografia são analisados os significados vinculados à experiência cinematográfica para alguns sujeitos / participantes e como suas concepções sobre Arte atuam como elementos significativos na construção da relação destes sujeitos com o cinema e, em alguma medida, com a sociedade. Para tal, no primeiro capítulo teórico são introduzidos elementos históricos que caracterizaram o cinema como uma indústria, assim como elementos ideológicos presentes nos filmes. No segundo capítulo teórico o cinema é analisado em seu caráter artístico; é realizada também neste capítulo uma introdução sobre o papel do cinema na formação de identidades na contemporaneidade. No terceiro capítulo teórico são realizados esclarecimentos de ordem teórico-metodológica, apresentando a Teoria da Subjetividade de González-Rey, assim como a Lógica da Complexidade de Edgar Morin. Na metodologia são discutidos os detalhes da coleta de dados e de como são feitas as análises destes; neste momento é discutida também a Epistemologia Qualitativa de González-Rey como um suporte teórico para as técnicas utilizadas. A coleta de dados consistiu em uma conversação em grupo (dois sujeitos e o pesquisador) com dois sujeitos escolhidos por serem representantes de grupos informais de teatro e de cinema de uma faculdade de Brasília, além de serem considerados protagonistas sociais; esta entrevista teve a duração de uma hora e trinta e cinco minutos; foram transcritos apenas os trechos utilizados na discussão do trabalho. A discussão se baseou na separação e análise de três eixos: concepções sobre arte e cinema dos participantes, identificação com personagens do cinema e por fim, a relação destes sujeitos com a indústria cinematográfica e os elementos ideológicos encontrados na relação destes indivíduos com o cinema. Na análise dos discursos dos sujeitos, percebeu-se que os significados dados ao cinema se vinculam com diversas áreas de suas vidas, fazendo com que a experiência cinematográfica possua um enorme teor afetivo para estes indivíduos. Outro elemento essencial percebido foram as concepções de arte dos sujeitos analisados. Para um dos sujeitos as artes se constituem como importantes formas de crítica e mudança social. Já para o outro participante, o que chamou mais atenção foi a liquidez de sua concepção de arte: para este sujeito, diversos tipos de expressão humana podem ser considerados como arte (campanhas de publicidade, por exemplo); esta visão parece ser uma forma de legitimar não apenas sua atuação profissional, mas também todo o mercado da propaganda e da publicidade. São reveladas, portanto, determinadas formas de funcionamento da nova indústria cultural brasileira e as diversas repercussões nos discursos dos indivíduos inseridos neste contexto. O estudo das concepções de arte e cinema dos sujeitos estudados foi, portanto, uma importante via para a compreensão de suas formas de atuação social.
Keywords: Psicologia
Cinema
Subjetividade
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3003
Issue Date: Nov-2007
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20310359.pdf223,25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.