Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3057
metadata.dc.type: Monografia
Title: A mulher na pós-modernidade: uma breve reflexão sobre identidade, papéis sociais e emoções
Authors: Matos, Vera Lúcia Dantas
Abstract: O presente trabalho teve por objetivo promover a reflexão sobre a mulher no século XXI, sua identidade, papéis sociais e emoções. As diversas mudanças promovidas ao longo dos últimos cinquenta anos passaram a delinear uma postura diferente da mulher diante da sociedade. O surgimento do movimento feminista afetou os papéis sociais, que eram restritos à esfera privada, tais como: filha, esposa, mãe, ou, timidamente desempenhados na esfera pública, na condição de educadoras ou cuidadoras, ampliando-os. Em paralelo à revolução feminina, aconteceram outros avanços, como o da tecnologia, da ciência, e a globalização, considerados marcos da época denominada como pós-modernidade. O tema foi desenvolvido a partir de uma breve contextualização do cenário moderno versus pós-moderno, notando que prevalece neste último a fragmentação e o imediatismo, sem verdades universais. Em seguida discorreu-se sobre a construção da identidade da mulher na atualidade. Verificou-se que a identidade é muito mais complexa; possui vários registros, expressando-se de forma dinâmica nas relações interpessoais, na maternidade e na profissão. Foi refletido, ainda, como a mulher vem se posicionando, de um modo geral, destacando alguns dos seus anseios e conflitos. Temas como erotismo, casamentos, relacionamentos e as contradições geradas a partir das novas situações, presentes na vida da mulher pós-moderna, também, foram discutidos. Comparou-se a mudança de comportamento das adolescentes de hoje em relação às jovens da década de 60, mencionando a influência exercida pela mídia, novelas e filmes na vida das pessoas. Além disso, questionou-se o padrão de beleza imposto pela sociedade atualmente. Observou-se que a forma física e juventude tornaram-se alvos constantes de cuidados e insatisfação. O mercado de cosméticos e produtos de beleza cresce cada vez mais; cirurgia plástica e outros procedimentos voltados para a estética são requisitados com uma frequência maior. Concluiu-se, portanto, que a emancipação feminina desencadeou um processo sem volta nos papéis sociais desempenhados pelas mulheres. Apesar disso, ainda sentem dificuldades em encontrar o equilíbrio quando se trata de relacionamentos amorosos. Já no campo acadêmico há a presença marcante das mulheres, buscando crescimento pessoal e profissional. Na política elas ocupam espaço e demonstram suas competências em termos de negociação e conciliação. Não se sentem intimidadas diante de oposições partidárias, nem diante do sexo oposto. No âmbito profissional pode-se observar um número infinitamente maior de mulheres que atuam em posições de comando, que gerenciam equipes compostas, na sua maioria, por homens e parecem lidar bem com essa situação, obtendo o respeito e a admiração de muitos. Por fim, sugeriu-se o desenvolvimento de mais pesquisas, com o objetivo de traçar um perfil da mulher e, também, do homem no início deste século, para tentar identificar os impactos na postura dessas pessoas diante do mundo, decorrentes das transformações constatadas pela pós modernidade.
Citation: MATOS, Vera Lúcia Dantas. A mulher na pós-modernidade: uma breve reflexão sobre identidade, papéis sociais e emoções. 2005.54 f. Monografia (Graduação em Psicologia) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2005.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3057
Issue Date: Jun-2005
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20060072.pdf293,71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.