Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/10439
metadata.dc.type: Monografia
Title: O Brasil as negociações agriculas no âmbito da OMC: os casos do açúcar e do algodão
Authors: Gomes, Leonardo de Bastos
Abstract: A criação da OMC representou um avanço na regulamentação do comércio internacional em diversos setores, antes alheios ao antecessor GATT, através de normas estabelecidas na Rodada do Uruguai, no intuito de institucionalizar o comércio entre os Estados membros e aumentar a cooperação entre os mesmos. A grande inovação trazida pela OMC foi o OSC, onde um Estado membro pode recorrer a este órgão quando se sente prejudicado por alguma prática comercial realizada por outro Estado membro. Porém, a institucionalização da OMC mantém-se presa à soberania dos países desenvolvidos que realizam políticas comerciais, principalmente no setor agrícola, em desacordo com as normas estabelecidas na OMC. Neste contexto, o Brasil desempenhou um papel importante na última rodada de negociações na OMC, que prevê a reformulação do setor agrícola internacional, formando um grupo de países em desenvolvimento chamado G 20, através da credibilidade adquirida com as duas últimas vitórias contra EUA e UE, envolvendo questões de subsídios agrícolas, fortalecendo-se nas negociações com os países desenvolvidos.
Keywords: OMC
GATT
Panel
Institucionalização
OSC
Subsídio
Agricultura
Negociação
Panel
Subsidie
Agriculture
Institutionalization
Negotiations
Citation: GOMES, Leonardo de Bastos. O Brasil as negociações agriculas no âmbito da OMC: os casos do açúcar e do algodão. 43 f. Monografia ( pós-graduação). Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento - Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2006.
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/10439
Issue Date: 2006
Appears in Collections:ADM - Pós-graduação em Gestão em comércio exterior e negócios internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
50502844.pdf197,72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.