Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/12277
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlves, Aline Teixeira-
dc.contributor.authorLorena, Dayanne Cristina Ramos-
dc.date.accessioned2018-06-12T18:04:04Z-
dc.date.available2018-06-12T18:04:04Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.uri https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/12277-
dc.description.abstractIntrodução. Os idosos são mais suscetíveis a desenvolverem Síndrome da bexiga hiperativa (SBH) devido às alterações estruturais e funcionais do processo de envelhecimento. Entretanto, ainda não se sabe ao certo a correlação entre a função dos músculos do assoalho pélvico (MAP) e os sintomas da SBH. Objetivos. Avaliar a relação entre os sintomas da SBH e a função dos MAP em idosas. Método. Estudo transversal analítico realizado com 71 idosas. A avaliação dos sintomas da SBH foi realizada pelo ICIQ-OAB (International Consultation on Incontinence Questionnaire Overactive Bladder). Para avaliação da função dos MAP utilizou-se a escala de Oxford modificada e a análise de contração dos MAP foi feita com a eletromiografia de superfície com eletrodos posicionados no centro tendíneo do períneo e referência em espinha ilíaca ântero-superior. Resultados. As pacientes apresentaram média dos sintomas do ICIQ-OAB de 8,57(±3,07); a maioria das mulheres apresentam Oxford grau 2 (37,1%) e a média da atividade elétrica dos MAP foi de 4,24 (± 2,44) μV. Ao correlacionar os sintomas da bexiga hiperativa com a função dos MAP, o resultado não foi significativo (r=-0,122; p=0,31), o resultado também não foi significativo entre o ICIQ-OAB e a eletromiografia dos MAP (r=0,069; p=0,569). Discussão/Conclusão. Não foi observada correlação significativa entre a presença dos sintomas da SBH e a função dos MAP. Mulheres com maior ou menor força dos MAP e/ou maior ou menor atividade elétrica dos MPA têm as mesmas chances de desenvolver SBH.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Gisely Teixeira (gisely.teixeira@uniceub.br) on 2018-06-12T18:04:04Z No. of bitstreams: 1 51500742.pdf: 663694 bytes, checksum: 11906e0bfaa672c3d0571d969ded99d2 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-06-12T18:04:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 51500742.pdf: 663694 bytes, checksum: 11906e0bfaa672c3d0571d969ded99d2 (MD5) Previous issue date: 2018en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectIdosopt_BR
dc.subjectSíndrome da bexiga hiperativapt_BR
dc.subjectIncontinência urinária de urgênciapt_BR
dc.subjectDiafragma da pelvept_BR
dc.subjectEletromiografiapt_BR
dc.titleSíndrome da bexiga hiperativa e sua correlação com a função dos músculos do assoalho pélvico em idosaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.date.criacao2018-
Appears in Collections:FIS - Pós-graduação em Fisioterapia em Reabilitação do Assoalho Pélvico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
51500742.pdf648,14 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.