Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/4622
metadata.dc.type: Monografia
Title: O enfermeiro e o paciente oncológico
Authors: Lima, João Paulo Ferreira de
Abstract: Este trabalho tem o objetivo de dissertar sobre o enfermeiro e o paciente oncológico, a importância da família para o mesmo, e mostrar um atendimento humanizado para com o mesmo. O presente estudo foi desenvolvido utilizando o método de pesquisa bibliográfica descritiva, o mesmo foi realizado de agosto de 2008 à maio de 2009. O primeiro a usar a palavra “Carcinos” e definir o Câncer como doença de mau prognóstico foi Hipocrates em 500 a.C. na Grécia, e por isso sempre que um paciente recebe um diagnóstico ou recebe a suspeita de estar com Câncer, reage com um medo e desespero. A origem do Câncer coincide com a própria historia do homem, e a doença esta fortemente relacionada a seus hábitos de vida, cultura e exposição temporal a fatores ambientais. Nos tempos atuais, ao chegar a uma instituição hospitalar para receber um tratamento, o paciente não pretende permanecer por muito tempo, ou seja prefere ficar em casa, entretanto é inevitável a internação, e pra que o paciente possa sentir-se mas confortável, deve-se existir uma assistência humanizada para com ele, durante sua estadia no hospital, afim de que esse possa sentir-se confortado, e acolhido pelo enfermeiro.Para o paciente oncologico, nada melhor do que sua família para que ele possa se sentir seguro, e confortado, a família é o núcleo onde os ser humano inicializa sua vida social e cria vínculos, de lealdade, e amizade,é a instituição que o apóia sempre sem nunca o julgar.Mas a família sempre esta preparada para tudo, ao receber a noticia ou diagnóstico de que um de seus integrantes esta com Câncer, essa se abala e é um choque, pois imediatamente com a noticia sempre vem o medo, da morte o receio dos tratamentos e o receio de não conseguir ajudar o ente querido, e assim é que nesse contexto entra o Enfermeiro, profissional da área de saúde, capacitado para acolher, acompanhar, tratar e passar conhecimento não só ao paciente mas também ao seus familiares.O enfermeiro é o profissional da saúde, que passa a maior parte do tratamento junto com o paciente, pois é quem administra e intervém nas reações adversas causadas pelos medicamentos.E assim fica evidente que o enfermeiro tem o papel não só de cuidar, mas de acolher e formar um elo de amizade entre ele o paciente, para que juntos ambos possam trabalhar de forma a um ajudar o outro.
Keywords: Câncer
Humanização
Família
Enfermeiro
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/4622
Issue Date: 28-Mar-2014
Appears in Collections:ENF - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Paulo Ferreira de Lima.pdf223,17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.