Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5957
metadata.dc.type: Monografia
Title: O romance Senhora: a conjugalidade utilitária e a identidade fragmentada do homem pós-moderno
Authors: Dias, Noêmia de Almeida Fonseca
Abstract: Esta pesquisa analisa a obra senhora, de José de Alencar. A trama desenvolvida neste romance gira em torno do casamento por interesse. O autor desenvolve o enredo de maneira requintada, com uma linguagem rebuscada, de cenários belíssimos em torno da natureza, como é próprio do Romantismo. As cenas de idas e vindas mostram o conflito vivido pelo casal, pois Aurélia não perdoa o marido pelo abandono no passado, com isso ela o coloca na posição de mercadoria. Ele, por sua vez, busca a sua dignidade, procurando libertar-se do martírio que ele próprio causou. Em resumo, a obra desenvolve as contradições amorosas que permeiam os relacionamentos, levando-os à fragmentação do ser. Com isso pode-se afirmar que há um diálogo entre a obra e a sociedade pós-moderna, pois o sujeito da modernidade tardia é um sujeito fragmentado e essa fragmentação está presente na obra, por meio dos protagonistas. O estudo tem por âncora os teóricos Anthony Giddens, Stuart Hall, José Teixeira Coelho Neto, Zygmunt Bauman, Antônio Cândido, Afrânio Coutinho, Antônio Soares Amora e outros.
Keywords: Amor
Conjugalidade
Modernidade
Senhora
José de Alencar
Dinheiro
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5957
Issue Date: 13-Mar-2015
Appears in Collections:LET - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC formatado Nou00EAmia-2.pdf405,33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.