Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6717
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorZinato, Vitorina Angélica Montelo-
dc.contributor.authorGuimarães, Alexandre de Oliveira-
dc.date.accessioned2015-06-16T17:51:11Z-
dc.date.available2015-06-16T17:51:11Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6717-
dc.description.abstractAs novas descobertas na área da mente humana trazem uma nova linha de procedimento no tema da educação. A escola, juntamente com os professores e os alunos, precisa ser um centro estimulador de inteligências, sem que tal alteração implique custos e cursos prolongados para os professores. Esta pesquisa procurou discutir a Teoria das Múltiplas Inteligências e a sua possível aplicação nos problemas de aprendizagem, considerando os diversos fatores que permeiam o processo ensino-aprendizagem, no tocante à aquisição de conhecimentos nas séries iniciais do Ensino Fundamental. O presente trabalho teve como objetivo geral Trabalhar as informações sobre a inteligência humana e a sua relação com a aprendizagem, incluindo a busca de uma melhor administração destes conhecimentos, que serão analisadas à luz da Teoria das Múltiplas Inteligências proposta por Howard Gardner; e, relacionar a estes estudos as causas mais freqüentes dos problemas da aprendizagem. A presente pesquisa de natureza qualitativa, do tipo pesquisa ação teve como cenário. uma Escola da Rede Pública do Distrito Federal, localizada na Asa Norte em Brasília/DF. Utilizou-se de instrumentos para a coleta de dados a entrevista estruturada e a ficha de observação dos alunos. Ressalta-se que na observação dos dois alunos da 4ª série do Ensino Fundamental da escola já mencionada, o único cuidado pré-estabelecido foi a estimulação dos pais que deveriam estar presentes em alguns momentos da pesquisa. Após considerações de natureza teórica sobre a visão tradicional da existência de uma única inteligência e uma aprendizagem centrada na figura do professor, foi possível verificar que essa concepção vem sendo superada por uma visão pluralista de inteligência e pela definição do papel do professor como estimulador das múltiplas inteligências. O estimulo das diversas inteligências, representa um desafio para todos os profissionais que desejam romper com a barreira de uma educação padronizada, conteudista e ultrapassada. Porém, ressalta-se a importância da formação dos professores a fim de desenvolver um trabalho mais consciente e crítico que considere o aprendiz como um ser múltiplo e ilimitado, alguém com um grande potencial que precisa ser descoberto e valorizado. Pôde-se concluir com esta pesquisa, que os alunos alcançam um desenvolvimento de suas habilidades e competências de forma mais satisfatória e mais produtiva para o processo ensino-aprendizagem, quando possuem o estímulo adequado. A estimulação correta dos diversos tipos de inteligências pela escola com a ajuda dos pais, é um instrumento facilitador do processo de aquisição de conhecimentos.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2015-06-16T17:51:11Z No. of bitstreams: 1 40350093.pdf: 163485 bytes, checksum: 54c0be9f718ad00f9a3f0738e0018baf (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-06-16T17:51:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 40350093.pdf: 163485 bytes, checksum: 54c0be9f718ad00f9a3f0738e0018baf (MD5)en
dc.language.isoporpt_BR
dc.subjectInteligência múltiplapt_BR
dc.subjectEstimulação da inteligência múltiplapt_BR
dc.subjectFormação de professor nas série inicialpt_BR
dc.titleAs inteligências múltiplas no cotidiano escolar das séries iniciais do ensino fundamental e sua repercussão na aquisição do conhecimentopt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2006-
Appears in Collections:PED - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
40350093.pdf159.65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.