Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7151
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFernandez, Patrícia Martins-
dc.contributor.authorSilva, Fabíola Natália Ribeiro e-
dc.date.accessioned2015-08-26T14:20:59Z-
dc.date.available2015-08-26T14:20:59Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7151-
dc.description.abstractEstudos mostram relação direta entre a compreensão das orientações recebidas sobre amamentação com a prática do aleitamento materno pelas mães. Portanto, o objetivo desse estudo é discutir a importância da orientação adequada sobre a prática do aleitamento materno entre mães atendidas em Centros de Saúde do DF. Para isso, foi feita uma pesquisa descritiva e transversal, realizada no estacionamento e arredor de um Posto de Saúde do DF, com amostra de 20 mulheres que estavam em aleitamento materno, com base na coleta de dados realizada por aplicação de um questionário fechado (Apêndice A) no período de Abril a Maio de 2014. O instrumento de coleta foi constituído por sete questões fechadas, abordando conteúdos sobre a satisfação das mães quanto ao apoio para amamentar, o conhecimento das mães sobre o aleitamento materno, a importância da amamentação, fatores que influenciaram positivamente ou negativamente a prática da amamentação, se as orientações foram recebidas e quais profissionais que passaram essas orientações. Cada participante destinou cerca de 10 minutos para responder à pesquisadora, que foi responsável pelo preenchimento do questionário. Os resultados encontrados foram que 90% das entrevistadas (n=18) estavam satisfeitas com o apoio recebido dos profissionais de saúde para amamentar e 95% (n=19) das mães foram informadas sobre o aleitamento materno no pré-natal e na lactação e receberam orientações sobre os benefícios do aleitamento materno. Conclui-se que a maioria das mães está satisfeita com o apoio recebido para amamentar dos profissionais do Centro de Saúde. Para elas, amamentar é uma prática importante, e não é um benefício somente para o bebê, mas também para si mesma, ou seja, para a mãe. Algumas questões negativas ainda precisam ser trabalhadas para se ter um envolvimento maior da equipe, e para isso é importante uma rede de profissionais, composta pelo nutricionista, o médico e o enfermeiro, os quais devem fazer parte da rotina de pré-natal. É necessário que o nutricionista ultrapasse a visão de profissional que faz somente o pré-natal e tenha a visão de ser um educador e trabalhar sobre a lógica do ciclo de vida. O aleitamento materno é uma condição para a qualidade de vida das pessoas ao longo de suas existências. Para tanto, reforça-se o cumprimento da agenda única de nutrição, que reúne medidas de incentivo, apoio e proteção.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2015-08-26T14:20:59Z No. of bitstreams: 1 21115576.pdf: 1426867 bytes, checksum: 145ab7771e16c7e7bbcc84914beefa4f (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-08-26T14:20:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 21115576.pdf: 1426867 bytes, checksum: 145ab7771e16c7e7bbcc84914beefa4f (MD5)en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAleitamento maternopt_BR
dc.subjectRotina de pré-natalpt_BR
dc.subjectProfissional do centro de saúdept_BR
dc.subjectOrientação adequadapt_BR
dc.titleA importância da orientação sobre aleitamento materno para mães atendidas em um posto de saúde do DFpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2014-
Appears in Collections:NUT - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21115576.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.