Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7165
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorNunes, Thainá Azevedo-
dc.contributor.authorSilva, Maria Cláudia-
dc.date.accessioned2015-08-27T12:52:30Z-
dc.date.available2015-08-27T12:52:30Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7165-
dc.description.abstractIntrodução: A hipovitaminose D e altamente prevalente e constitui um problema de saúde publica em todo o mundo. Estudos mostram uma elevada prevalência dessa doença em varias regiões geográficas, incluindo o Brasil. Pode acometer mais de 90% dos indivíduos, dependendo da população estudada. Objetivo: Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo estudar as causas e consequências das principais patologias derivadas da hipovitaminose D. Metodologia: Trata -se de um estudo de revisão no qual sera analisado estudos publicados em bases de dados científicos nos últimos 20 anos, nas bases de dados SCIELO, CAPES, PUBMED, BIBLIOTECA DO MINISTERIO DA SAUDE, LILACS e EBSCO, utilizando as palavrasJ chave: vitamina D, hipovitaminose D, prevalência, estado nutricional, nos idiomas português e inglês. Revisão bibliográfica: A maior fonte de vitamina D esta na epiderme. Funciona primeiramente como um hormônio esteroide, porem sua função mais bem compreendida e a manutenção da homeostase do cálcio e do fosforo. Contudo, evidencias recentes apontam o envolvimento da vitamina em diversos processos celulares vitais, como: secreção hormonal, Sistema immune e em diversas doenças crônicas não transmissíveis. Considerações finais: Dois fatores são citados de comum acordo por todos os pesquisadores citados nesta revisão bibliográfica: cultura e região geográfica mostram-se fatores determinantes na prevalência de hipovitaminose D. As doenças citadas nesta revisão podem ser controladas ou corrigidas com a administração adequada de vitamina D, o que comprova a sua importância. .pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2015-08-27T12:52:30Z No. of bitstreams: 1 TCC THAINA AZEVEDO-HIPOVITAMINOSE D.pdf: 4864415 bytes, checksum: 5c06c4d05fe9f5f6503ab9e3362a2dc8 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-08-27T12:52:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC THAINA AZEVEDO-HIPOVITAMINOSE D.pdf: 4864415 bytes, checksum: 5c06c4d05fe9f5f6503ab9e3362a2dc8 (MD5)en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectVitamina Dpt_BR
dc.subjectHipovitaminose Dpt_BR
dc.subjectPrevalênciapt_BR
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.titleHipovitaminose D: causas e consequênciaspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.date.criacao2015-
Appears in Collections:NUT - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC THAINA AZEVEDO-HIPOVITAMINOSE D.pdf4.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.