Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9357
metadata.dc.type: Monografia
Title: Aplicabilidade da musicoterapia pontual sobre a ansiedade decorrente da hipóxia isquêmica encefálica experimental
Authors: Cavalcante, Fernanda Cristina Aguiar Rodrigues
Pschiski, Priscila Herminio
Abstract: A hipóxia isquêmica encefálica é importante causa de morte e de incapacidade em adultos no mundo. A Musicoterapia é um recurso não farmacológico a ser utilizado a fim de estimular recuperação comportamental após este tipo de lesão. Definida como o uso controlado de influências musicais, teve em Mozart um dos compositores que soube selecionar ritmos, cadências e frequências musicais que interagem com o sistema nervoso. Estima-se que a musicoterapia facilite a neurogênese, a regeneração e o reparo nervoso por sua ação de ajuste na secreção de hormônios, levando à plasticidade neural. Além de, possivelmente agir sobre a redução do estresse, da ansiedade e da depressão. Objetivo: avaliar a eficácia da Sonata de Mozart em alterações comportamentais. Metodologia: Foram usados 24 ratas Wistar, avaliadas com 1, 2, 3 e 4 meses de idade. Os animais foram distribuídos em 4 grupos: GC (grupo controle), G1 (animais que sofreram lesão encefálica), G2 (animais que receberam musicoterapia) e G3 (animais que sofreram lesão encefálica e receberam musicoterapia). A musica foi aplicada em sala onde a sonata de Mozart (2 pianos) tocou em uma intensidade de 65 dB, durante 4h, sendo 2h de manhã e 2h no final da tarde (intervalo de 12h), por 4 dias. A cada mês, elas foram avaliadas na locomoção (campo aberto), ansiedade (labirinto em cruz elevado) e nado forçado. A lesão encefálica foi induzida experimentalmente por meio da ação do nitrito de sódio (60 mg/Kg, por via intraperitoneal) por 15 dias. Resultados: Os animais com lesão encefálica apresentaram comportamento sugestivo de aumento da ansiedade, uma vez que houve valores aumentados de locomoção, entradas nos braços abertos e fechados e pouco imobilismo quando comparados aos controles. Já os animais que receberam música apresentaram comportamento compatível com efeito ansiolítico. Conclusão: A Sonata de Mozart pode melhorar parâmetros relacionados aos níveis de ansiedade. Se aplicarmos estes achados em humanos, é provável que possa haver melhora da qualidade de vida principalmente de pacientes com lesões cerebrais decorrentes de hipóxia cerebral.
Keywords: Musicoterapia
Sonata de Mozart
Hipóxia isquêmica encefálica
Nitrito de sódio
Music therapy
Mozart sonata
Ischemic brain hypoxia
Sodium nitrite
Citation: CAVALCANTE, Fernanda Cristina Aguiar Rodrigues; PSCHINSKI, Priscila Herminio. Aplicabilidade da musicoterapia pontual sobre a ansiedade decorrente da hipóxia isquêmica encefálica experimental. 2015. 34 f. Monografia (Graduação) - Faculdade de Ciências da Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2015.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9357
Issue Date: 2015
Appears in Collections:FIS - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21137001.pdf535,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.