Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9482
metadata.dc.type: Monografia
Title: Análise de sistema de impermeabilização em obras do Distrito Federal com o uso de poliureia a quente
Authors: Salomão, Gabriel Giacometti
Abstract: A escolha correta dos métodos a serem escolhidos e um projeto adequado e planejado de impermeabilização, pratica pouco adotada em obras de pequeno porte ou até mesmo de grande porte tornaram-se imprescindíveis. O uso da poliureia a quente como sistema de impermeabilização vem ganhando força no Brasil, o presente trabalho tem como objetivo abordar 5 obras de impermeabilização com o uso de poliureia a quente no Distrito Federal, a fim de identificar possíveis manifestações patológicas e suas causas, visando o estado de desempenho do produtor final ao destinatário. A poliureia pura e híbrida é um revestimento anticorrosivo, 100% sólido, são, por definição, bi-componentes, e exigem um equipamento especializado de bombas pneumáticas que alimentam um dosador, que por sua vez dosa, comprime e aquece os componentes, enviando-os para a pistola de aplicação por mangueiras aquecidas paralelas. A mistura, é feita no momento em que estes saem da pistola de aplicação. A partir desde momento os componentes passam a reagir, se solidificando em poucos segundos. A poliureia é um produto com mais de 40 anos de mercado e já consolidado nos Estados Unidos, Europa e Japão, porém em Brasília-DF, não vem apresentando um bom resultado em relação ao seu desempenho, as principais indústrias químicas voltadas para construção civil já disponibilizam o produto pelo Brasil, mais o custo do material ainda é relativamente alto. Concluiu-se que o sistema de impermeabilização de poliureia quente nas obras abordadas apresentaram o aparecimento de manifestações patológicas, como, bolhas ou manchas, o que demonstra que a nucleação da patologia se deu a partir da camada de base. As condições climáticas, atmosféricas e estado do substrato e reparos da base, são detalhes aos quais à edificação está submetida, e acaba determinando no resultado final do desempenho da impermeabilização empregada. Entende-se que os fornecedores têm fatores determinantes no produto final ao usuário. No entanto, o fornecedor tem a responsabilidade de passar a empresa executora do serviço uma folha com todos requisitos de dados, deste o armazenamento do produto até reparos e controle tecnológico. A norma de sistemas de impermeabilização a base de poliureia está sendo redigida, é uma forma de minimizar os problemas verificados, destacando-se a importância da normatização da poliureia que entrará em vigor.
Keywords: Impermeabilização
Poliureia quente
Patologia
Citation: SALOMÃO, Gabriel Giacometti. Análise de sistema de impermeabilização em obras do Distrito Federal com o uso de poliureia a quente. 2016. 62 f. Monografia (Graduação) - Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2016.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9482
Issue Date: 22-Nov-2016
Appears in Collections:ECI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21136404.pdf4,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.