Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13076
metadata.dc.type: Artigo
Title: Resistência plasmidial do tipo AMPC na família enterobacteriaceae e métodos de detecção laboratorial
Authors: Gabriel, Luiza Resende Lara
Abstract: As betalactamases do tipo AmpC são enzimas pertencentes a classe C de Ambler, produzidas por membros da família Enterobacteriaceae e outros bacilos Gram negativos, podendo ser cromossomais ou plasmidiais. Esse mecanismo confere resistência in vivo a grande parte dos betalactâmicos, como as cefalosporinas de primeira, segunda e terceira geração, penicilinas e a alguns inibidores de betalactamase, tendo como consequência opções terapêuticas restritas. Por apresentar diferentes tipos, as famílias dessas enzimas foram classificadas de acordo com o seu perfil de resistência possuindo CMY, ACT, DHA, FOX e MIR como exemplos de AmpC plasmidial. Para a detecção dessas enzimas, existem diferentes métodos e técnicas, como os testes genotípicos por meio da PCR e os fenotípicos por meio de disco-difusão em ágar. Esse trabalho foi realizado no formato de uma revisão bibliográfica narrativa, com o objetivo de descrever o mecanismo de resistência plasmidial do tipo AmpC, bem como suas possíveis formas de detecção laboratorial.
Keywords: Resistência
Enterobacteriaceae
AmpC
Plasmídeo
Citation: GABRIEL, Luiza Resende Lara. Resistência plasmidial do tipo AMPC na família enterobacteriaceae e métodos de detecção laboratorial. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2018.
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13076
Issue Date: 2018
Appears in Collections:BMD - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21553628.pdf679,17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.