Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/15138
metadata.dc.type: TCC
Title: Tradução e validação para o português de uma escala de avaliação de transtornos de controle de impulso em pacientes com doença de Parkinson no Brasil
Authors: Almeida, Beatriz Luna Coutinho de
Castro, Brenda Macedo de Almeida e
Abstract: A doença de Parkinson atinge cerca de 3% da população acima de 60 anos no Brasil. Além dos sintomas motores, existem diversos sintomas não motores, incluindo aspectos cardiovasculares, gastrointestinais, relacionados ao sono, psiquiátricos, entre outros. No que concerne aos sintomas psiquiátricos, inclui-se não só ansiedade e depressão, mas também os transtornos de controle de impulso (TCIs). A prevalência de transtornos do controle do impulso (TCIs) em portadores da doença de Parkinson é de cerca de 15 a 20%. Esse sintoma pode se apresentar como hipersexualidade, hiperfagia, compulsão por jogos ou por compras. A abordagem deve visar a identificação precoce e o ajuste do tratamento da doença de Parkinson, a fim de prevenir consequências sociais, financeiras e legais. A escala QUIP-RS é uma ferramenta para avaliação dos TCIs, que aborda a gravidade e a progressão dos sintomas, mas carece de validação para o Português brasileiro. OBJETIVO: Validar a QUIP-RS para o português brasileiro. METODOLOGIA: A escala QUIP-RS e sua folha de instruções foram previamente traduzidas, retro traduzidas e aprovadas pelo autor da versão original. A escala foi aplicada a 20 controles e 58 pacientes portadores de doença de Parkinson. Foram analisadas, a partir do software R, as propriedades psicométricas aceitabilidade, consistência externa e interna, dimensionalidade e precisão. Foram aplicadas, também, as escalas MDS-UPDRS, QUIP-CS, PDSS-BR, PDQ-8 e MoCA para melhor análise do perfil dos pacientes e para análise da validade divergente. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Avaliaram-se os resultados referentes aos pacientes com doença de Parkinson. O alfa de Cronbach foi de 0.79, demonstrando a confiabilidade da escala. A análise gráfica exploratória e a fatorial confirmatória comprovaram que é uma escala unidimensional. A validade convergente foi demonstrada pela relação estatisticamente significativa entre as pontuações de cada transtorno na QUIP-RS e as questões binárias referentes a cada transtorno no QUIP-CS. A validade divergente foi comprovada pela falta de relação ou relação negativa com escalas que avaliam outros construtos. CONCLUSÃO: A escala QUIP-RS, conforme foi traduzida é um instrumento útil na identificação e avaliação da gravidade e da progressão de TCIs no Brasil.
Keywords: Doença de Parkinson
Transtornos do controle do impulso
Agonistas dopaminérgicos
Publisher: UniCEUB
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/15138
Issue Date: 2020
Appears in Collections:MED - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21553004 - BRENDA MACEDO DE ALMEIDA E CASTRO.pdf654.37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.