Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2465
metadata.dc.type: Monografia
Title: Ecossistemas cavernícolas
Authors: David, Luiz Henrique
Abstract: A caverna e suas deposições minerais são formadas por processos geoquímicos e físicos, pois envolvem a dissolução e os abatimentos, respectivamente. A litogia que mais favorece a gênese de cavidades subterrâneas é a calcária, e sua gênese pode durar milhares de anos. O ambiente no interior das cavernas (hipógeo) caracteriza-se pela sua estabilidade, com umidade elevada e temperaturas que oscilam muito pouco, pois nas zonas mais profundas há ausência total de luz. Este fato faz com que a fauna subterrânea se adapte a tais fatores, gerando diferentes graus de especialização à vida subterrânea. A fauna de caverna é classificada como trogloxenos, troglófilos e troglóbios, pertencendo a este último os animais exclusivos de cavernas, que atingem o grau máximo de especialização às condições citadas anteriormente. Para sobreviver os troglóbios necessitam de fontes de energia, uma vez que não saem para o meio externo (epígeo). A principal maneira de obtenção de energia, é através da importação de nutrientes pelos animais que saem da caverna, sendo o principal o guano dos morcegos, pois a ausência de luz não permite o desenvolvimento de seres fotoautotróficos. A espeleologia brasileira teve início no século XVII, com a atividade mineradora nos estados da Bahia e Minas Gerais. O principal objetivo da época era extrair o salitre, matéria prima para a fabricação de pólvora. Após este período, naturalistas estrangeiros radicados no Brasil, exploraram as cavernas brasileiras para fins paleontológicos e arqueológicos. Recentemente as cavernas vêm sendo impactadas seriamente por atividades como mineração, agropecuária, crescimento urbano, desmatamento e construção de usinas hidrelétricas. O Ecossistema Cavernícola é muito peculiar e deve ser preservado, pois ali pode haver respostas à algumas questões relacionadas à evolução, além de possuir muitas espécies totalmente desconhecidas pela comunidade científica.
Keywords: Caverna
Espeleogênese
Bioespeleologia
Fauna cavernícola
Conservação de caverna
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2465
Issue Date: 2002
Appears in Collections:BIO - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
9861591.pdf344,94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.