Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2949
metadata.dc.type: Monografia
Title: A formação de conceito na perspectiva de Vygotsky
Authors: Vieira, Antônia de Fátima Alves
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo discutir a formação de conceitos segundo a perspectiva de Vygotsky um dos autores que na atualidade é uma das referências no embasamento do trabalho educacional. Falar da perspectiva dele é falar da dimensão social do desenvolvimento humano. Considerando que o seu trabalho, é extremamente complexo e tem gerado diversas interpretações e aplicação. Vygotsky elaborou o seu programa de pesquisa na teoria sócio-histórica como abordagem sócio-interacionista cujo objetivo era caracterizar os aspectos tipicamente humanos do comportamento e elaborar hipóteses de como essas características se formaram ao longo da história humana e de como se desenvolveram durante a vida do indivíduo. O trabalho está estruturado em três capítulos. Primeiramente discute-se o próprio conceito de conceito e são apresentadas algumas definições psicológicas do que vem a ser a formação de conceito. Acompanhando uma revisão de literatura, encontramos quatro teorias ou visões presentes na investigação psicológicas sobre conceitos: a visão clássica, a visão prototípica, a visão dos exemplares e a visão teórica. Acredita-se que no decorrer da idade ocorrem mudanças qualitativas no desenvolvimento de conceitos e por isso tem sido objeto de muitas investigações. A formação de conceitos é um dos pontos de preocupação de Vygotsky, sendo grande a sua contribuição para o ensino escolar. Em seguida, defende-se a importância de se estudar a formação de conceito com o objetivo de aprofundar conhecimentos, busca-se na teoria de Vygotsky todo o contexto de como as funções mentais superiores são constituídas ao longo da vida social do homem, e a função do cérebro sendo um sistema aberto que está em constante interação. No caso do ser humano, a idéia básica de Vygotsky é que a relação do homem com mundo não é uma relação direta, mas uma relação mediada. A mediação pode ser feita através de instrumentos e signos que são construídos culturalmente e a linguagem é o principal instrumento de representação simbólica que os seres humanos dispõem. A linguagem tem duas funções básicas: comunicação e pensamento generalizante, que é onde a língua encaixa o pensamento. A relação entre pensamento e a fala passa por várias mudanças ao longo do desenvolvimento, apesar de terem origem e desenvolverem independentemente, em certo momento o pensamento e a linguagem se encontra e dão origem ao funcionamento psicológico complexo. Segundo Vygotsky, a conquista da linguagem representa um marco no desenvolvimento do homem. Vygotsky enfatiza em suas obras a importância dos processos de aprendizado: o aprendizado pressupõe uma natureza social especifica e um processo através do qual as crianças penetram na vida intelectual daqueles que as cercam. No terceiro e último capítulo aborda-se o desenvolvimento de conceitos cotidianos e científicos como se relacionam e se influenciam e como se dá a aprendizagem dos mesmos e as implicações educacionais.
Keywords: Teoria sócio-histórica
Formação de conceito
Ensino-aprendizagem
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/2949
Issue Date: Dec-2007
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20241174.pdf247,1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.