Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3006
metadata.dc.type: Monografia
Title: Reflexões sobre o lugar do masculino na pós-modernidade
Authors: Coutinho Filho, Lindebergue Peixoto
Abstract: Este trabalho é uma reflexão teórica a respeito do lugar do masculino na pós-modernidade e visa destacar as transformações ocorridas no masculino da modernidade à pós-modernidade, os seus ajustamentos, as suas mudanças e as suas contradições. A pós-modernidade caracteriza-se por ser um período de instabilidade, insegurança e liquidez. Neste cenário o masculino depara-se com a fluidez, flexibilidade e relações afetivas frágeis. A discussão se inicia com a construção da identidade masculina na pós-modernidade. A identidade masculina na modernidade construía-se sobre tradições justificadas e legitimadas socialmente, alicerçava-se na tríade: rigidez, previsibilidade e solidez, contudo na pós-modernidade o processo de construção identitário masculino pauta-se na instabilidade, dinamismo e na possibilidade de serem rapidamente descartadas. Outra questão apresentada refere-se à construção de gênero, o masculino esteve intrinsecamente associado ao trabalho, à agressividade, ao público, ao desempenho sexual, e ao poder. Porém na pós-modernidade esses atributos não parecem tão bem definidos e claros para serem apropriados pelos homens. Outra questão trazida para reflexão e discussão refere-se ao masculino no contexto familiar pós-moderno. A mudança de seu status de provedor, uma vez que em muitas famílias contemporâneas é o feminino que assume esse papel, abalando um dos pilares que sustenta a masculinidade. Percebe-se na pós-modernidade que a autoridade do masculino na família passa a ser questionada e exige-se que o masculino não só participe da esfera pública, mas que adentre a vida privada familiar. O contexto contemporâneo também permitiu questionamentos sobre os homens-adolescentes, ou seja, homens que não atingiram a maturidade emocional para estabelecer um processo de autonomia e individuação. Finalmente discutiu-se sobre o masculino envolvido nas relações afetivas. A pós-modernidade evidencia relacionamentos descompromissados, frágeis, descartáveis e pautados na satisfação e no prazer dos indivíduos. Nesse cenário aborda-se o “novo” posicionamento masculino e a dificuldade encontrada no relacionar-se com o feminino. As contradições existentes no discurso feminino sobre o masculino desejado para relacionar-se. Solicita-se um “novo” masculino: sensível e doce. Contudo que mantenham as características masculinas da modernidade, virilidade e “jeito de homem”. Enfim, o masculino deve lidar com exigências femininas que muitas vezes se apresentam contraditórias. Nesse cenário pós-moderno ambivalente esse trabalho procura refletir e discutir sobre o lugar do masculino.
Keywords: Masculino
Pós-modernidade e homem
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3006
Issue Date: Dec-2007
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20310436.pdf176,99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.