Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3554
Tipo: Dissertação
Título: A invenção da “ressocialização” como fundamento da pena de prisão: uma análise a partir da experiência do Centro de Inserção Social de Rio Verde (2003-2007)
Autor(es): Prado, Viviane Aprigio do
Abstract: O presente estudo analisa a etnografia de uma instituição total, uma penitenciária situada no interior do Estado de Goiás, denominada Centro de Inserção Social de Rio Verde. A etnografia permitirá estudar o aspecto central de um dado social, a relação entre pesquisador e objeto pesquisado. Diferentemente das outras espécies de instituições totais, tais como conventos, quartéis, asilos e manicômios, a penitenciária caracteriza-se pela maior barreira à relação social com o mundo externo, pela involuntariedade da medida e pela maior aversão social. Objetiva-se apresentar a que realmente se propõe essa instituição total despindo-a da letra morta da lei, do corporativismo, da ética profissional, apresentando a realidade de uma subcultura silenciosa, de presos e funcionários, revelando as práticas reais e efetivas desta rede de poder que compõe o sistema punitivo e como ela se relaciona com seu objeto.
Palavras-chave: Discurso punitivo
Invenção da ressocialização
Centro de Inserção Social de Rio Verde
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/3554
Data do documento: 29-Ago-2012
Aparece nas coleções:DIR - Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
viviane.pdf695,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.