Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/12345
metadata.dc.type: TCC
Title: O dilema organizacional entre as abordagens de exploitation e exploration: um estudo de caso no setor têxtil brasileiro
Authors: Carvalho, Leidenara Costa
Abstract: Em ambiente de constantes mudanças e complexidade crescente, e em busca de vantagens competitivas duradouras, as organizações enfrentam o dilema entre investir no presente, aprimorando a eficiência do seu negócio atual (exploitation); e investir no futuro, inovando-o ou explorando novos negócios (exploration). Em outras palavras: (i) tornar-se melhor e melhor no que já faz bem ou (ii) buscar diferencial competitivo a longo prazo e diversificação no negócio. A inércia que a primeira decisão gera dificulta adquirir flexibilidade para adaptação a ambiente externo adverso, mutável e complexo. No entanto, a trajetória do investimento é conhecida e esperado a curto prazo. A segunda opção direciona a trajetória do negócio a um novo e desafiante caminho, mas exige investimento elevado e aporte de capacidade compatível com a dimensão da ação exploratória ou inovadora. Além disso, o retorno do investimento é imprevisível, desconhecido e incerto. E, em sua maioria, ocorre a longo prazo. Por lidar com recursos escassos e com a necessidade urgente de gerar vantagem competitiva sustentável para garantir a sobrevivência do negócio, a decisão estratégica não é tarefa fácil. Para cada opção, há impactos, riscos e oportunidades distintos. Mas também pode gerar novas oportunidades para investimentos futuros ou melhorias para os atuais. Considerando o dilema de decidir-se entre dois mecanismos estratégicos, este estudo de caso qualitativo avalia o papel de cada mecanismo selecionado (exploration ou explotation) por uma empresa têxtil brasileira na criação de vantagem competitiva a longo prazo, bem como os impactos provocados no desempenho organizacional e stakeholders. A análise dos dados coletados sugere que há geração de ativos tangíveis e intangíveis em ambos os mecanismos estratégicos (exploitation, exploration) capazes de assegurar vantagem competitiva a longo prazo para uma empresa. Porém, a relação entre o valor competitivo adquirido e o impacto no resultado econômico varia e mostra-se dependente do momento em que se encontra a empresa (curva do ciclo de vida), das capacidades existentes (tecnológica, pessoas e capital), do equilíbrio entre as ações de ambos os mecanismos utilizados e também da gestão coordenada das ações estratégicas implantadas, fatores que, se mantidos em níveis adequados e exigidos pelos objetivos corporativos, proporcionam flexibilidade estratégica e capacidade de absorção das variáveis ambientais à empresa, permitindo-a sobreviver em um ambiente mutável e complexo, obter resultados favoráveis ao negócio vigente e estimular novos negócios em desafios futuros.
Keywords: Desempenho organizacional
Vantagem competitiva sustentável
Exploitation
Citation: CARVALHO, Leidenara Costa. O dilema organizacional entre as abordagens de exploitation e exploration: um estudo de caso no setor têxtil brasileiro. 2017. 152 f. Monografia (Pós-Graduação) - Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2017.
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/12345
Issue Date: 2017
Appears in Collections:ADM - Pós-graduação em Gestão estratégica para resultados

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
51600271.pdf2.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.