Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5171
metadata.dc.type: Monografia
Title: A aplicação da teoria das subculturas aos usuários de crack no Distrito Federal
Authors: Faria, Eduarda Camara Pessoa de
Abstract: A Teoria das Subculturas foi consagrada por Albert K. Cohen, em sua obra “Delinquent boys: the culture of the gang”. Afirma, basicamente, que, dentro das culturas dominantes, a depender das necessidades de cada grupo de indivíduos, formam-se subculturas, a partir da junção de pessoas que buscam na nova aliança uma espécie de refúgio. Dentro dessa teoria, há uma subdivisão, denominada subcultura delinquente, na qual se inclui a subcultura dos usuários de drogas. Com características muito peculiares, os usuários formam grupos heterogêneos, a depender do tipo de droga utilizado, bem como de sua quantidade. O crack, aqui analisado, é uma droga oriunda dos restos da cocaína obtidos em seu processo de purificação. Devido ao seu baixo preço e forte efeito, a substância causa dependência com muita rapidez, o que ocasiona uma formação subcultural ainda mais rápida. Surge, assim, uma maior necessidade de programas de tratamento efetuados pelo governo, no que concerne às políticas públicas. O presente trabalho faz uma análise dos principais aspectos da teoria supracitada, bem como faz uma breve análise do consumo de crack no Brasil. Além disso, traz uma pesquisa de campo realizada nos Centros de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas da Rodoviária, Ceilândia e Santa Maria, no Distrito Federal.
Keywords: Teoria da subcultura
Cultura
Subcultura delinquente
Usuário
Droga
Crack
Centro de Atenção Psicossocial
Álcool
Droga
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5171
Issue Date: 11-Aug-2014
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RA20809010.pdf885.96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.