Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5275
metadata.dc.type: Monografia
Title: A fragilização do tribunal do júri pela influência midiática: caso Eloá
Authors: Palomares, Caroline de Souza Vieira
Abstract: Diante da impossibilidade de obediência ao princípio da imparcialidade da prestação jurisdicional em casos de crimes dolosos contra a vida de grande repercussão midiática, em razão de prévio convencimento dos jurados pela imprensa, busca-se comprovar que seria o Tribunal do Júri um órgão frágil, corroborando-se pelo fato de que o Direito Processual Penal cuida apenas de estabelecer a competência jurisdicional e que o Direito Constitucional alocou o instituto como direito e garantia fundamental, não como organização do Poder Judiciário. Ademais, o princípio da íntima convicção dos juízes leigos relativiza a garantia constitucional de motivação das decisões judiciais. O desaforamento do julgamento se torna ineficaz em casos nacionalmente expostos, sendo que os jurados não buscam a verdade real e não são protegidos da pressão da mídia e da reação social. Para tanto, faz-se a análise de diversos casos, a fim de exemplificar a falha no ordenamento jurídico.
Keywords: Tribunal do júri
Mídia
Eloá Cristina Pimentel
Fragilidade
Caso amplamente divulgado
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5275
Issue Date: 28-Aug-2014
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RA20904574.pdf708,96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.