Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6039
metadata.dc.type: Monografia
Title: Estabelecimento do vínculo paterno-filial: entre os critérios biológico e socioafetivo nos conflitos de paternidade
Authors: Rios, Anne Karoline Santos
Abstract: Este trabalho tem como objetivo analisar os critérios biológico e socioafetivo no estabelecimento da filiação paterna, com vistas a estabelecer qual daqueles vínculos deve preponderar em uma situação de conflito de paternidade. Para tanto, o presente estudo trata do atual conceito de família para o direito brasileiro, à luz da Constituição de 1988, e as mudanças advindas dessa concepção para o direito de filiação. Nesse sentido, estabelece-se a natureza da filiação, seus princípios norteadores e a distinção entre direito de filiação e direito à origem genética. Abordam-se, igualmente, as especificidades do critério biológico e do socioafetivo, facilitando a compreensão do conteúdo de cada um deles, bem como a sua aplicação definidora do vínculo paterno-filial. Por fim, defende-se que o direito de paternidade é um direito fundamental, o qual, no caso de conflito, faz surgir verdadeira colisão de direitos fundamentais. Sendo assim, apresentam-se dois casos em que há evidente conflito entre paternidade biológica e paternidade socioafetiva, que serão solucionados através de uma técnica de ponderação, o que, ao final, irá permitir concluir qual dos critérios deve prevalecer.
Keywords: Vínculo paterno-filial
Critério biológico
Critério socioafetivo
Conflito de paternidade
Colisão de direitos fundamentais
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6039
Issue Date: 20-Mar-2015
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21009850.pdf480.49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.