Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6603
metadata.dc.type: Monografia
Title: A criança hiperativa e o professor: um estudo sobre o trabalho docente nas séries iniciais
Authors: Teixeira, Milza Rodrigues
Oliveira, Sandra Regina de
Lima, Simone Barros M. de
Serpa, Rose Enyce Araújo R.
Rios, Vânia Maria Borba
Abstract: A hiperatividade, considerada atualmente como uma das grandes dificuldades no processo de ensino-aprendizagem, na realidade faz parte de um transtorno mais amplo: o transtorno do déficit de atenção. Este transtorno é dividido em 3 formas pelo DSM. Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade e a forma, considerada mista, que é a criança que apresenta tanto a hiperatividade como a falta de concentração. Ao refletir sobre a atuação do professor na sua prática pedagógica no que diz respeito a relação com crianças com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, o objetivo deste estudo é o de analisar o conhecimento que o professor tem a respeito do transtorno e analisar as estratégias para lidar com o aluno hiperativo na sala de aula. O procedimento metodológico utilizado foi o de entrevistas com professores do ensino fundamental nas séries iniciais do ensino público do DF. A pesquisa qualitativa dos resultados foi realizada através da análise do relato verbal dos professores entrevistados. Os resultados nos mostram que os professores do ensino fundamental da rede pública do DF, não apresentam um consenso sobre o aluno que apresenta hiperatividade. Muitos colocam como suspeitos de apresentarem hiperatividade. Entretanto parecem conhecer os fatores que causam o trantorno do déficit de atenção com hiperatividade, que são descritos na literatura. No entanto, em relação ao comportamento observável nestes alunos são descritos pelos sujeitos os comportamentos mais diversos para a criança hiperativa. Vale ressaltar, que apesar da diversidade de comportamentos descritos, o que caracteriza o transtorno, o déficit de atenção, foi o menos freqüentemente mencionado. É interessante observar que os resultados mostram que há uma confusão entre transtorno do déficit de atenção, indisciplina e falta de limites. Ao considerar sobre as estratégias para a prática pedagógica com estes alunos, não há um consenso estabelecido. Cada um dos sujeitos apresenta sugestões diversas, podendo ser inferido, que apesar do conhecimento dos fatores causais e de comportamentos específicos a este transtorno, os sujeitos não demonstram saber como lidar com as dificuldades na sala de aula.
Keywords: Transtorno do déficit de atenção
Hiperatividade
Prática pedagógica
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6603
Issue Date: 2005
Appears in Collections:PED - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
40257110.pdf796.97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.