Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6703
metadata.dc.type: Monografia
Title: Avaliação do ensino fundamental: quem ama avalia
Authors: Zeidan, Leila Brasileiro
Silva, Lilian Regina Gomes
Figueiredo, Niedja Maria Nogueira de
Abstract: A avaliação da aprendizagem escolar tem conduzido educadores de todas as áreas de conhecimento à reflexão, ao estudo e ao aprofundamento visando buscar novas formas de entendimento e compreensão acerca de seus significados no contexto escolar. Este trabalho trata de uma pesquisa que tem como objetivo apresentar algumas considerações teóricas a partir de autores que abordaram esse tema e um trabalho de campo à respeito da avaliação da aprendizagem e dos sentimentos envolvidos na verificação. A pesquisa apresenta-se em uma abordagem qualitativa e o instrumento usado para coleta de dados foi um questionário. Os participantes desta pesquisa foram professores que atuam em séries iniciais do Ensino Fundamental, nas Regionais de Ensino do Gama, Plano Piloto e Santa Maria. As categorias abordadas na análise e discussão dos dados foram as seguintes: (a) conceito de avaliação; (b) tipos de avaliação; (c) formas de avaliação; (d) avaliações cotidianas realizadas; (e) quando avaliar; (f) sentimentos envolvidos na avaliação; (g) avaliação como ensino de qualidade e (h) avaliação “um monstro de várias cabeças”. Na avaliação da aprendizagem, o professor não deve permitir que os resultados das provas periódicas, geralmente de caráter classificatório, sejam supervalorizados em detrimento de suas observações diárias, de caráter diagnóstico. Os resultados sugerem que a avaliação é considerada um aspecto importante do processo ensino-aprendizagem e que os professores atribuem a ela tanto uma função didática quanto uma função "de controle". Os professores apontam, ainda, que um conjunto de sentimentos negativos e positivos cercam a atividade de avaliação. A concepção de avaliação que marca as falas, de praticamente todos os informantes, é o da avaliação como um instrumento importante para verificar o aprendizado. Percebe-se, portanto, a necessidade de repensar a avaliação da aprendizagem em seu verdadeiro significado, que é contribuir para que a aprendizagem realmente concretize-se. O professor, que trabalha numa dinâmica interativa, tem noção, ao longo de todo o ano, da participação e produtividade de cada aluno. É preciso deixar claro que a prova é somente uma formalidade do sistema escolar. Como, em geral, a avaliação formal é datada e obrigatória, deve-se ter inúmeros cuidados em sua elaboração e aplicação. Por último conclui-se que a avaliação é necessária enquanto instrumento de verificação, oferecendo aos professores e alunos resultados para o redirecionamento do trabalho e, portanto, nesse sentido, ela é um ato de amor.
Keywords: Avaliação
Aprendizagem
Prova
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6703
Issue Date: 2005
Appears in Collections:PED - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
40301799.pdf208.04 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.