Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6711
metadata.dc.type: Monografia
Title: Inclusão um olhar para o portador de deficiência física
Authors: Pires, Marta Luiz
Santos, Rosimeiry Pereira dos
Gabarão, Rutinéia
Silva, Rubens Pereira da
Abstract: Educação é condição de vida e direito de todos. Não existe agrupamento humano, comunidade ou sociedade onde ela não aconteça, educação é vida na sociedade. Tem como objetivo o pleno desenvolvimento da personalidade humana, o fortalecimento do respeito aos direitos humanos e as liberdades fundamentais. A educação favorece a compreensão, a tolerância e a amizade entre todos os grupos étnicos ou religiosos através da cultura. Direcionar o olhar para o atendimento ao portador de necessidades especiais educacionais, especificamente o portador de deficiência física, significa perceber que a inclusão ‘bateu à porta’, se não da escola, pelo menos a do coração. Depois dos processos vividos de segregação, exclusão e integração o portador de Necessidades Educacionais Especiais, chega à inclusão, que tem como princípio: “a aceitação das diferenças individuais, a valorização de cada pessoa, a convivência dentro da diversidade humana, a aprendizagem por meio da cooperação e pede mudança da sociedade como pré-requisito para que o Portador de Necessidades Especiais Educacionais, busque seu desenvolvimento e o exercício da cidadania (Mantoan, 1988)”. Desta maneira, todos ganham com a inclusão. Com o desabrochar desses pensamentos a presente pesquisa tem o objetivo de verificar se os Portadores de Deficiência Física, possuem atendimento básico na escola da rede pública do ensino fundamental do Distrito Federal. A metodologia aplicada na pesquisa foi realizada por meio de abordagem qualitativa, segundo André (1986), ‘esta tem o ambiente natural e a situação que esta sendo investigada como fonte direta de dados e o pesquisador como principal instrumento, através do trabalho intensivo de campo.’ Os sujeitos da pesquisa foram: alunos portadores de necessidades educacionais especiais, a diretora, a coordenadora, a coordenadora de apoio e as professoras regentes. A pesquisa foi evidenciada por meio dos seguintes instrumentos: análise de dados, observação e entrevista semi-estruturada. Os resultados da análise dos dados evidenciaram mediante as seguintes categorias: Políticas Públicas, Inclusão e Portador de Deficiência Física. Mediante pesquisa constatou-se que a escola no básico é inclusiva, contempla as Políticas Públicas, no entanto não atende ao aluno portador de necessidades especiais no quesito formação adequada do professor. Entende-se que para tornar possível a inclusão, a formação do professor deve estar alicerçada com parcerias entre os implicados do processo educativo, na criação e compreensão de enfoques curriculares, metodológicos e estratégias pedagógicas que possibilitem a construção coletiva do conhecimento. Por isso, a escola tem como meta para o ano seguinte o sanamento desta questão. A escola realizou adaptações para a inclusão, contempla projetos no seu planejamento político pedagógico, que contribuem para a formação de uma nova geração, comprometidas com a sociedade, viabiliza caminhos para que a inclusão do portador de necessidades educacionais especiais aconteça. Todos os envolvidos dessa escola (alunos, pais, professores, equipe de direção, comunidade), consideram que muito já foi feito, porém existe a conscientização de que muito há por fazer, afinal, “Incluir é humanizar caminhos (...) Que ninguém se iluda (...) no início vai ser difícil (...) mas estamos a caminho da sociedade inclusiva (Werneck, 1997).
Keywords: Política pública
Inclusão e portador de deficiência física
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/6711
Issue Date: 2005
Appears in Collections:PED - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
40302837.pdf481.97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.