Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8198
metadata.dc.type: Monografia
Title: A divisão social entre “cultos” e “ignorantes”: um estudo contrastivo entre gramáticas tradicionais, escolares e científicas
Authors: Timo, Eliane Torres
Abstract: O presente trabalho procurou desenvolver um estudo sobre como “norma culta” do Português do Brasil, como um fator arbitrário na divisão de cultos e ignorantes, acarreta sérios problemas sociais a partir do preconceito que enseja. O trabalho foi feito a partir de uma revisão bibliográfica, levantando questões acerca da variação linguística do Português do Brasil e sobre a dicotomia entre língua padrão/alvo e preconceito linguístico. Tendo essa revisão como ponto de partida epistemológico, procedemos a um estudo contrastivo de diferentes tipos de gramáticas – tradicionais, escolares e científicas. Cada um desses tipos responde a objetivos sociais particulares e são baseadas em/formulam distintos conceitos de língua(gem), o que justifica a análise comparativa de como abordam determinados processos linguísticos. Nesse sentido, nosso foco recai sobre as diferenças e semelhanças no tratamento conferido pelas gramáticas no que concerne à colocação pronominal no Português Brasileiro. Objetivamos, com isso, investigar como as diferentes epistemologias sobre a língua(gem) instanciam descrições dos dados da língua e prescrições do que deveria ser a variedade culta.
Keywords: Gramática tradicional
Gramática escolar
Gramática científica
Variedade da língua
Preconceito linguístico
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8198
Issue Date: 8-May-2013
Appears in Collections:LET - Pós-graduação em Revisão de textos: gramática, linguagem e construção do significado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
51103207.pdf482.72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.