Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8514
metadata.dc.type: Monografia
Title: A (in)constitucionalidade do artigo n°398 segundo a redação proposta pelo projeto de lei n° 8.045/2010
Authors: Rodrigues, Bruna Zanini
Abstract: É certo o caráter democrático do Tribunal do Júri. A presente monografia aborda aspectos relevantes acerca da referida instituição popular, em especial no que tange à regra da incomunicabilidade dos membros do Conselho de Sentença, que veda aos jurados a possibilidade de deliberar sobre o mérito da causa sub judice, de acordo com o previsto no atual Código de Processo Penal, sob pena de nulidade absoluta. Contudo, tramita na Câmara Federal, sob a rubrica PL nº 8045/2010, projeto de lei de reforma do Código de Processo Penal, que, dentre outras alterações, prevê, no artigo nº 398, a possibilidade de comunicabilidade entre com jurados, os quais deliberarão por até 1 (uma) hora, em sala especial, sobre o caso a ser por eles julgado. Desse modo, se propõe averiguar a constitucionalidade da comunicabilidade entre os jurados, levando em consideração o princípio constitucional do sigilo das votações, sob uma ótica principiológica, legal, histórica e política.
Keywords: Tribunal do júri
Comunicabilidade entre os jurados
Incomunicabilidade
Citation: RODRIGUES, Bruna Zanini. A (in)constitucionalidade do artigo n°398 segundo a redação proposta pelo projeto de lei n° 8.045/2010. 2015. 48 f. Monografia (Graduação) - Bacharelado em Direito, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2015.
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/8514
Issue Date: 19-Apr-2016
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21070228.pdf524.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.