Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9228
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSousa, Cristiano Mangueira de-
dc.date.accessioned2016-11-14T21:27:46Z-
dc.date.available2016-11-14T21:27:46Z-
dc.date.issued2016-11-
dc.identifier.citationSOUSA, Cristiano Mangueira de. Direitos humanos: uma questão de alteridade: a nova concepção de deficiência e os reflexos nos direitos e na invisibilidade social das pessoas com deficiência, um devir humano. 2016. 87 f. Monografia (Graduação) - Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/9228-
dc.description.abstractTrata-se de pesquisa acadêmica pautada no estudo das concepções da deficiência como um devir humano, um conceito que se confunde com a própria história da humanidade, e dos “Direitos Humanos” como uma questão de alteridade, bem assim de outras concepções e matrizes discursivas – espirituais, instrumentais, organicistas ou médicas, inclusivista ou sociais. Ao longo da pesquisa, busca-se desvelar os reflexos projetados pela concepção contemporânea de deficiência, alavancada pelo construído de Direitos Humanos, detidamente pela Convenção da ONU Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, que foi internalizada pelo Brasil com lastro de Emenda Constitucional. Para tanto, remonta-se recorte histórico sobre as matrizes discursivas predominantes em cada época da humanidade (paradigmas) – da Grécia antiga – mitológica – baseada em uma sociedade ideal e de perfeição estética; passando pela Idade Média, onde as pessoas com deficiência já foram concebidas como: fruto de maldição e pecado, relegadas ao conceito de coisa, objeto de caridade e assistencialismo; ou encaradas como uma anomalia ou anormalidade; até a atualidade – era da concepção contemporânea –, após longo histórico de lutas, violações, atrocidades, eliminação e invisibilidade social, passaram a ser enxergadas como sujeitos de direito, tendo como apogeu dos avanços o Pós-Guerra e a Revolução Industrial. Desse modo, a base fundante e cerne da pesquisa pairam nos reflexos projetados pelos Marcos de Ação, Pactos, Tratados Internacionais e demais instrumentos normativos internos cingidos em favor das pessoas com deficiência e da concepção contemporânea da deficiência, tais como o Estatuto da Pessoa com Deficiência.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Camila Loscha (camila.loscha@uniceub.br) on 2016-11-14T16:42:31Z No. of bitstreams: 1 21349477.pdf: 889714 bytes, checksum: 00818e4e66084f3e0819c4d9b317f5e0 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Rayanne Silva (rayanne.silva@uniceub.br) on 2016-11-14T21:27:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 21349477.pdf: 889714 bytes, checksum: 00818e4e66084f3e0819c4d9b317f5e0 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-11-14T21:27:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 21349477.pdf: 889714 bytes, checksum: 00818e4e66084f3e0819c4d9b317f5e0 (MD5) Previous issue date: 2016-11en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDireitos humanospt_BR
dc.subjectAlteridadept_BR
dc.subjectDeficiênciapt_BR
dc.subjectPessoa com deficiênciapt_BR
dc.subjectConvenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiênciapt_BR
dc.subjectNova concepção de deficiênciapt_BR
dc.subjectLei brasileira de inclusão da pessoa com deficiênciapt_BR
dc.subjectEstatuto da Pessoa com Deficiênciapt_BR
dc.titleDireitos humanos: uma questão de alteridade: a nova concepção de deficiência e os reflexos nos direitos e na invisibilidade social das pessoas com deficiência, um devir humanopt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.date.criacao2016-
dc.identifier.orientadorGallina, Rudhrapt_BR
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21349477.pdf868.86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.