Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/14006
metadata.dc.type: Monografia
Title: O abandono afetivo como expressão do “aborto paterno” e a efetividade das formas de coibição do ilícito
Authors: Hohne, Mariana Rabello Mendes
Abstract: O presente trabalho monográfico dignou-se a avaliar a efetividade do método hoje aplicado como coibição da prática do abandono afetivo – a indenização pecuniária. Assim, no primeiro capítulo desenvolve-se a ideia do abandono afetivo como ato ilícito, haja vista a frontal infringência dos direitos de personalidade da criança, com atenção especial ao direito de cuidado. Dessa forma, o cometimento de ato ilícito implica no dever de reparação civil de danos. No segundo capítulo foi desenvolvida a responsabilidade civil, com destaque para as suas funções, de modo a embasar a análise da indenização pecuniária como método de coibição da prática do abandono afetivo. Por fim, o terceiro capítulo orientou-se pela realização de pesquisa de campo com o objetivo de identificar a percepção social do abandono afetivo e a efetividade da compensação pecuniária como instrumento hábil a reparar de forma satisfatória os danos vivenciados, punir o pai omisso e prevenir a ocorrência dessa conduta.
Keywords: Direito de família
Abandono afetivo
Indenização pecuniária
Aborto paterno
Métodos de coibição do abandono afetivo
Citation: HOHNE, Mariana Rabello Mendes. O abandono afetivo como expressão do “aborto paterno” e a efetividade das formas de coibição do ilícito. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) – Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2019.
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/14006
Issue Date: 2019
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21501796.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.