Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/14019
metadata.dc.type: Monografia
Title: Avaliação do aproveitamento da água da chuva para fins não potáveis em edificações
Authors: Silva, Igor de Azevedo da
Abstract: Nas últimas décadas a água tem sido o foco das discussões em todo o mundo, dia após dia ela tem se tornado mais escassa. Muitos acreditam, erroneamente, que os ¾ de água existente no mundo estão propícios para o consumo, mas a realidade é que apenas 0,3% deste volume equivale a disponibilidade de água doce. A água potável é utilizada praticamente em todas as atividades de uma edificação. Pensando na crise hídrica vivida por vários países, propõe-se um abastecimento seletivo na edificação, onde a água potável é destinada para atividades diretamente ligadas ao consumo humano, e a água proveniente da chuva é aproveitada para o uso não potável, não só lavagem de carros, uso em chafarizes, rega de plantas, mas também direcionada a fins mais nobres, como lavagem de roupas, utensílios domésticos, e até mesmo para o banho. Este estudo pretende analisar a qualidade da água da chuva do Distrito Federal e viabilizar o aproveitamento dessa água na edificação para fins não potáveis, gerando economia não só de recursos naturais, mas financeira também. Para isso, foram desenvolvidos estudos laboratoriais para avaliar os parâmetros de cor, PH, turbidez, temperatura, sólidos dissolvidos, DQO, condutividade, coliformes totais e termotolerantes dessa água, e comparado aos parâmetros estabelecidos pela NBR 15527/2007 e pela Portaria nº 2914/11, do Ministério da Saúde. Esta água será captada diretamente do telhado, onde os 2 litros de cada m² de coleta, são eliminados pelo fato de carregarem muitas impurezas, em seguida haverá um processo de filtragem, começando pelo filtro grosseiro, responsável por eliminar as impurezas maiores da água; e depois percorrerá pelo proposto filtro caseiro, o chamado de bioareia, que eliminará as impurezas menores, e a água estará pronta para ser usada. Após os testes laboratoriais, percebeu-se que a água da chuva, mesmo com o tratamento, não atende a todos os critérios de potabilidade, isso porque os valores da cor e do pH estão bem acima do padrão. Mas, esta ainda pode ser usada dentro da edificação para atividades de fins não potáveis, - como lavagem de pisos, carros, roupas e louças, para o banho, descarga sanitária, irrigação de jardim, entre outras onde não haja ingestão direta do ser humano - já que a amostra de água apresentou ausência de coliformes totais e fecais, e seus parâmetros como a turbidez e os sólidos dissolvidos estão de acordo com os estabelecidos pela NBR 15527/2007 e pela Portaria 2914/11 MS.
Keywords: Água da chuva
Aproveitamento
Qualidade da água
Filtragem
Fins não potáveis
Citation: SILVA, Igor de Azevedo da. Avaliação do aproveitamento da água da chuva para fins não potáveis em edificações. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) – Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2018.
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/14019
Issue Date: 4-Feb-2019
Appears in Collections:ECI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21803890.pdf832.84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.