Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/15169
metadata.dc.type: TCC
Title: A dimensão clínica do projeto terapêutico singular no contexto da saúde mental infantojuvenil
Authors: Coe, Ricardo Prado de Souza
Abstract: O projeto terapêutico singular (PTS) é uma das ferramentas de articulação que ajudam no desempenho do duplo mandato – gestão e terapêutico - do qual estão encarregados os Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi). O mandato terapêutico é elaborado por uma equipe multiprofissional para a composição de estratégias e dispositivos de cuidado que levem em conta a singularidade do frequentador. Em se tratando de crianças e adolescentes, os desafios se multiplicam, seus tratamentos são balizados pela família, seu protagonismo é dificultado pelas concepções sociais que temos acerca dos infantes, suas especificidades exigem especialização que a maioria dos profissionais não tem, além da defasagem histórica em recursos financeiros e ações de saúde pública. A pesquisa procurou compreender de que forma uma equipe multiprofissional, utilizando-se do PTS, articula a dimensão clínica do tratamento de crianças e adolescentes, quais seus impasses e possibilidades. Visando compreender os aspectos clínicos e subjetivos da equipe multiprofissional, foi utilizado a metodologia qualitativa e a Hermenêutica de Profundidade de Thompson (1995), reinterpretada por Demo (2006), para análise das informações. O instrumento de pesquisa foram as entrevistas semiestruturadas realizadas com quatro profissionais de diferentes formações que atuaram por no mínimo um ano no campo da saúde mental infantojuvenil. A partir desses relatos, chegouse à conclusão que a interdisciplinaridade é vista como um potencial da equipe multiprofissional, e que o PTS é compreendido por todos como um dispositivo de articulação das diversas dimensões de tratamento, embora, possa ser subutilizado por vezes. Por fim, as estratégias parecem, em sua maioria, atender a pluralidade de demandas e fomentar o protagonismo do usuário. Dentre elas, o trabalho lúdico, aparece como uma categoria de destaque por sua complexidade, principalmente, quando de realizado de forma livre
Keywords: Saúde mental
Infantojuvenil
PTS
Clínica
Brincar
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/15169
Issue Date: 2021
Appears in Collections:PSI - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Ricardo Coe - Biblioteca.pdf708.3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.