Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/238
metadata.dc.type: Monografia
Title: Recursos manifestamente protelatórios:a fazenda pública e a obrigatoriedade do depósito prévio da multa de cunho protelatório
Authors: Almeida, Andréa Ribeiro de
Abstract: Neste trabalho, pretende-se discutir se a Fazenda Pública deve, ou não, ficar imune do depósito prévio da multa protelatória, obedecendo às normas emanadas dos arts. 538 parágrafo único, e 557, § 2º, ambos do CPC, que condicionam a interposição de recurso ao pagamento da pena pecuniária, tornando um pressuposto processual. Isso em face das prerrogativas conferidas à Fazenda Pública por força do Decreto-Lei nº 779/69 (art. 1º, IV) e da Lei nº 9.494/97 (art. 1º-A). Busca-se, assim, fazer um estudo comparativo desses preceitos legais frente aos princípios que norteiam o processo, sobretudo o princípio da celeridade (CF, art. 5º, LXXVIII), sem deixar de ressaltar o papel das partes que litigam em juízo na contribuição da efetividade da prestação jurisdicional. A matéria é controvertida do ponto de vista jurisprudencial, já tendo sido objeto de decisões prolatadas pelo Superior Tribunal de Justiça, pelo Tribunal Superior do Trabalho e pelo Supremo Tribunal Federal, cujas jurisprudências serão aqui elucidadas.
Keywords: Fazenda pública
Multa de natureza protelatória
Pressuposto processual
URI: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/123456789/238
Issue Date: 2010
Appears in Collections:DIR - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20551979.pdf463,06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.