Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7217
metadata.dc.type: Monografia
Title: Avaliação qualitativa de cardápios oferecidos para pré-escolares de duas creches, uma pública e outra particular, do Distrito Federal
Authors: Costa, Sarah Evelyn Porto
Abstract: Introdução: uma dieta adequada na fase pré-escolar influencia na formação de hábitos alimentares saudáveis, que, nessa fase é importante, pois uma dieta que contempla todos os macro, micronutrientes e água garante a manutenção do corpo e consequentemente um bom crescimento e desenvolvimento. Com as mudanças nas estruturas familiares, a procura por creches de período integral aumentou consideravelmente. Essas creches podem ter papel protetor às crianças ou podem se tornar fator de exposição às mesmas. Levando em consideração a transição nutricional da desnutrição para a obesidade que a população brasileira esta passando, a creche possui papel importante na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis na vida adulta, já que essas possuem ligação direta com distúrbios nutricionais na infância. Tendo em vista o tempo que as crianças ficam nesse local é importante que a alimentação oferecida seja adequada para poder evitar possíveis problemas futuros. O objetivo do trabalho é avaliar qualitativamente os cardápios oferecidos para pré-escolares de duas creches, uma pública e outra particular, do Distrito Federal. A metodologia baseou-se em um método desenvolvido por Veiros (2002) denominado Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio (AQPC). Foram escolhidos alguns quesitos desse método e acrescentados outros. Essa pesquisa é um estudo transversal realizado no período de março e abril de 2011, em duas creches do Distrito Federal, que foram escolhidas por conveniência, com critério de ter nutricionista e uma ser pública e outra privada. Os resultados e discussão demonstraram que o quesito mais decisivo em todos os analisados foi o da forma de aquisição dos gêneros alimentícios. Na creche pública é por meio de doações e na creche particular por meio de aquisição própria. Esse fator foi decisivo nos quesitos dos tipos de carnes oferecidas, da variedade de frutas e hortaliças e da presença de doces. Por ter como forma de aquisição doações, a creche pública não planeja cardápios, tendo que aproveitar da melhor maneira os alimentos disponíveis. Apesar de ter como planejar compras e cardápios, a creche particular obteve maior percentual de monotonia nas refeições. Conclusão: Independente das dificuldades enfrentadas em cada instituição cabe ao nutricionista do local utilizar os materiais disponíveis da melhor maneira possível para oferecer uma alimentação adequada e evitar desperdícios.
Keywords: Creche
Alimentação saudável
AQPC
Cardápio
URI:  https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/7217
Issue Date: 2011
Appears in Collections:NUT - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20724481.pdf373.92 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.